30.4 C
Lucas do Rio Verde
sábado, 24 julho, 2021
InícioCENÁRIO AGROMovimento Pró 3 Ferrovias: Lucas será o grande entroncamento ferroviário de MT,...

Movimento Pró 3 Ferrovias: Lucas será o grande entroncamento ferroviário de MT, lembra Vuolo

Lançamento do movimento será na próxima sexta-feira, 25, na Câmara Municipal de Lucas do Rio Verde
Por CenárioMT

No próximo dia 25 será lançado em Lucas do Rio Verde o Movimento Pró 3 Ferrovias. O evento acontecerá no auditório da Câmara de Vereadores a partir de 19 horas. Foram convidados representantes de entidades e do Poder Público. A ideia é fazer com que os projetos de implantação das três ferrovias em Mato Grosso ganhem celeridade com o engajamento da sociedade.

A proposta de criação do movimento é do economista e analista do Senador Federal, Vicente Vuolo. Ele conversou com CenárioMT a respeito dos objetivos do movimento. Ao falar sobre a escolha de Lucas do Rio Verde, Vuolo lembra que o município será o grande entroncamento ferroviário do Estado. “Estava havendo uma disputa de traçados desnecessária e que estava trazendo prejuízos a desenvoltura dos projetos”, cita o idealizador da mobilização.

Ele lembra que o projeto fará Lucas do Rio Verde receber as três ferrovias. A primeira é a Senador Vuolo, que vem do porto São Paulo, está parada em Rondonópolis, mas já está operando até o porto de Santos. Ela interligará Cuiabá a Lucas. A segunda ferrovia será a Ferrogrão, de Lucas, Sorriso, Sinop até o Porto de Miritituba, buscando a via do Tapajós. E a terceira ferrovia será a Fico (Ferrovia de Integração do Centro-Oeste) de Lucas, Água Boa até Mara Rosa, município de Goiás. Segundo Vuolo, ela será interligada à ferrovia Norte Sul até o Porto de Alcântara. “Portanto, três ferrovias com três empresas diferentes, pra três portos e isso será muito importante para ter concorrência e barateamento no frete”, destaca.

Neste momento, Vicente Vuolo ressalta que engajamento das entidades neste processo é fundamental. “Eu gostaria de agradecer a participação do Rotary Club, da OAB, do Sindicato Rural, Aprosoja, da CDL, da Associação Comercial (Acilve). Muito importante também o envolvimento da Prefeitura Municipal, da Câmara Municipal, enfim, é muito importante o envolvimento da sociedade para acelerar o processo”, pontua. “Existem gargalos nessa questão. Nós precisamos vencer obstáculos e sem a união de esforços isso será muito difícil. Portanto, eu fico muito feliz, já é o prenúncio de que o movimento será vitorioso”.

Legado

O idealizador do Movimento Pro 3 Ferrovias é filho do senador Vicente Vuolo. Ele acompanhou a luta do ex-senador por cerca de quarenta anos para ligação ferroviária de São Paulo a Cuiabá. Na época, o grande obstáculo a construção da ponte rodoferroviária sobre o Rio Paraná, entre Rubinéia e Aparecida do Taboado, de cerca de três mil metros. Hoje, a ferrovia leva seu nome. “Então, é um legado que eu tenho, é muita responsabilidade. Para essa luta, senador Vuolo envolveu entidades. Portanto, é o que estou procura fazer, é uma luta cívica, suprapartidária e eu tenho certeza que nesse caminho, nós seremos vitoriosos. Naquela época, Mato Grosso não tinha essa produção de hoje, mas ele tinha essa visão de que, um dia, Mato Grosso, pelas condições climáticas e de solo seria o celeiro do Brasil. Mas que precisava de um transporte mais barato, mais econômico e mais seguro que é a ferrovia”, relembra.

Analista no Senado Federal há vários anos, Vuolo conseguiu bom trânsito em Brasília. Atual ministro dos Transportes, Tarcísio Freitas é amigo de Vicente Vuolo há vários anos. Ambos têm o mesmo pensamento em relação ao transporte rodoferroviário. “Eu vejo o Ministro muito animado. Ele que idealizou esse projeto de três ferrovias para Mato Grosso. Portanto, nós temos tido contato bastante e é uma causa, é para o país. Daí a importância de ter três ferrovias com três empresas diferentes. Para não ter monopólio do frete. Porque a ferrovia tem que beneficiar também e muitos produtores, a sociedade. E não é somente quem constrói”, salienta.

“Eu gostaria de contar com a participação das lideranças empresariais, das entidades da população no próximo dia 25, obedecendo logicamente o distanciamento social exigido em lei e todos os critérios de higienização. Esperamos que, em clima de harmonia, consigamos avançar e a partir disso conseguir viabilizar ações necessárias para acelerar essas três ferrovias”, conclama Vuolo.

- Publicidade -

Lucas do Rio Verde

Lucas do Rio Verde
Lucas do Rio Verde: desrespeito às interdições pode comprometer qualidade de asfalto
julho 24, 2021
Mato Grosso
Construção da ferrovia que vai ligar Rondonópolis a Cuiabá e Rondonópolis a Nova Mutum e Lucas do Rio Verde é destaque nacional
julho 24, 2021