21 C
Lucas do Rio Verde
quarta-feira, 14 abril, 2021
InícioMATO GROSSOLUCAS DO RIO VERDELucas: Secretária diz que pacientes internados passaram por tratamento precoce

Lucas: Secretária diz que pacientes internados passaram por tratamento precoce

De acordo com Fernanda Ventura, tratamento precoce com medicamentos não tem eficácia comprovada
Por Da Redação

Ao comentar sobre o funcionamento do PAM de Lucas do Rio Verde, a secretária de Saúde, médica Fernanda Heldt Ventura, chamou a atenção para a necessidade de a população mudar o comportamento em relação a covid-19. Nos próximos dias, o Pronto Atendimento Municipal vai funcionar 24 horas e atenderá exclusivamente pacientes infectados pelo coronavírus.

Durante entrevista coletiva, Ventura explicou que o propalado tratamento precoce a base de ivermectina, hidroxocloquina e outros medicamentos não têm eficácia comprovada. Ela revelou que todas as pessoas internadas hoje em enfermaria e UTI fizeram o tratamento precoce.

“Não adianta depositar toda a esperança num tratamento que, de fato, não existe”, ressaltou a secretária, informando que o município tem todos os medicamentos do kit covid disponíveis na rede pública. “Se fosse assim (eficaz), não teríamos nenhum paciente em enfermaria hoje. Estamos com 13, fora os que estão na UTI. E todos eles passaram pelo tratamento precoce”, alerta Fernanda, citando que os prontuários de cada paciente trazem essas informações. Ela assinala que o tratamento precoce não tem o mesmo efeito para todas as pessoas.

PAM

Sobre a transformação do Pronto Atendimento Municipal, Fernanda Ventura declara que a unidade é a única no município, além do Hospital São Lucas, com sistema de oxigênio que permita internação. A secretária afirma que o município vinha estudando a possibilidade de tornar o PAM para atendimento exclusivo de pacientes covid, justamente por temer a necessidade de ampliar o atendimento, desafogando o hospital.

“A idéia é a gente avançar neste planejamento, de deixar o PAM exclusivo pra covid, e aí gente entra numa questão que as demandas não covid terão que ser remanejadas pra uma outra unidade de saúde”, informa.

Exame covid

A partir desta segunda-feira (22) o município passou a oferecer exame covid que revela o resultado em 15 minutos. O exame antígeno garante que o paciente deixe o PAM ciente se está ou não infectado pelo coronavírus. “Já sai com o diagnóstico, a não ser que seja fora do período, porque o período de coleta pra esse exame é entre o terceiro e sétimo dia de sintoma”, pontuou.

Demanda

Enquanto o PAM não é transformado em unidade exclusiva covid, a orientação da Secretaria de Saúde é que a população priorize os PSFs nos bairros e que procure o Pronto Atendimento em caso de urgência e emergência ou mesmo o TeleLucas.

“Hoje eu estou com um tempo de espera no PAM de cerca de 3 horas. Tem 4 ou 5 médicos atendendo, 3 enfermeiros, 1 odontólogo fazendo coleta de exames, 3 técnicos de enfermagem. Eu não tenho mais consultório pra por gente pra atender. Quando você puxa a classificação de risco, 60% é nada urgente ou pouco urgente”, comenta, citando que alguns pacientes vão atrás de atestado médico.

“O que a população está fazendo pra ajudar em relação a isso? Fica aqui o questionamento”, assinalou a secretária.


- Publicidade -

Últimas no CenárioMT

Lucas do Rio Verde

CAMPEONATO MATO-GROSSENSE
Luverdense finaliza preparação para jogo contra o Ação nesta quarta-feira (14) em Lucas do Rio Verde
abril 13, 2021
Contaminação pela Covid-19
Lucas do Rio Verde e outros 30 municípios estão com risco muito alto de contaminação pela Covid-19
abril 13, 2021