Caps promove ações no mês de Conscientização sobre o Autismo

Para atendimento, basta procurar o seu PSF ou a unidade

Fonte: Redação CenárioMT com Assessoria

caps promove acoes no mes de conscientizacao sobre o autismo
Ascom Prefeitura/Anderson Lippi

O Transtorno do Espectro Autista (TEA) é um tema que costuma gerar dúvidas nas pessoas, especialmente por ser cercado por mitos e preconceitos. Pensando na melhor forma de acolhimento, a Prefeitura de Lucas do Rio Verde, por meio da Secretaria de Saúde, promoveu, nesta quarta-feira (19), na unidade do Centro de Atenção Psicossocial (Caps), uma série de atividades em alusão ao Dia Mundial de Conscientização sobre o Autismo, celebrado no dia 2 de abril.

A tarde foi recheada de experiências especiais tanto para os pais quanto para as mais de 20 crianças portadoras de TEA. A ação teve como objetivo as práticas de treino de habilidades sociais. Entre as atividades teve tiro ao alvo, escavações no gelo e pintura, todas elas fazem parte da campanha Abril Azul e são voltadas para pacientes diagnosticados com TEA e também a familiares que precisam de orientações especializadas.

Alguns dos aprendizados estavam nas atividades elaboradas, como dar ou pegar objetos de outra pessoa coordenando com contato visual; segue ou olha para um ponto de forma espontânea (sem pista verbal) para olhar para o alvo; partilhar sorrisos com adulto alternando o olhar durante as atividades; inicia e mantém contato visual de forma natural para se comunicar; coordena consistentemente o contato visual com a vocalização ou gesto para direcionar a comunicação; permanecer com o parceiro durante as brincadeiras; imitação; motricidade fina; jogos; comunicação expressiva; entre outras várias competências sociais.

“As nossas dinâmicas são importantes demais para as nossas crianças e também para os seus cuidadores. De forma geral, o Caps é o principal apoiador de grupos terapêuticos. Em especial ao dia de ontem, sabemos da importância do comprometimento não só da unidade, mas também do grupo e da família. Estamos cientes que a maior parte do tempo a criança permanece aos cuidados dos familiares que também já têm uma rotina corrida, mas ontem eles se dedicaram a esse tempo de qualidade para compartilhar desses momentos com seus filhos e demais famílias”, explicou a coordenadora do Caps, a fisioterapeuta, Ana Paula Enzweiler.

Atendimento

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Para atendimento, basta procurar o seu PSF ou a unidade do Caps, que fica localizada na avenida Mato Grosso do Sul, esquina com a rua Corbélia, nº 280, bairro Alvorada.

Transtorno do Espectro Autista (TEA)

O Dia Mundial de Conscientização sobre o Autismo, celebrado no dia 2 de abril, foi criado pela Organização das Nações Unidas (ONU) em 2007 para dar visibilidade e combater preconceitos com pacientes diagnosticadas com TEA. Pessoas que possuem algum grau de autismo costumam apresentar: dificuldades em associar objetos, atraso na fala, interesses específicos, agitação, gestos repetitivos e afins. Os sinais iniciais aparecem nos cinco primeiros anos de vida e se estendem até a vida adulta.

Os níveis do transtorno variam. Enquanto algumas pessoas conseguem levar uma vida independente, outras possuem sérios agravantes, comprometendo a vida social de quem tem o TEA. Na maioria dos casos, o Transtorno do Espectro Autista é acompanhado de outras condições, como epilepsia, depressão, ansiedade e Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH).

Atualmente, trabalha na equipe do portal CenárioMT, produzindo conteúdo sobre economia, esportes e direitos da população brasileira, gosta de assistir séries, filmes de ação e de videogames. Editor também em conteúdos regionais, sempre atento as tendências que o internauta procura para ficar bem informado.