18.5 C
Lucas do Rio Verde
sexta-feira, 14 maio, 2021
InícioMATO GROSSOFiocruz alerta para cenário 'crítico' da pandemia em Mato Grosso para as...

Fiocruz alerta para cenário ‘crítico’ da pandemia em Mato Grosso para as próximas semanas

Por CENÁRIOMT COM INF. G1

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) alerta em boletim divulgado na sexta-feira (9) para cenário crítico e agravamento na saturação do sistema de saúde dos estados do Sul e Centro-Oeste para as próximas semanas.

Isso porque, segundo o boletim, as próximas semanas deverão refletir a situação vivida pelas regiões entre o final de março e início de abril, quando o Distrito Federal, Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Mato Grosso tiveram as maiores taxas tanto de casos como de mortalidade pela Covid-19 de todo o Brasil. Goiás e Mato Grosso do Sul também apresentaram apresentaram no período elevadas taxas de mortes.

“Esse padrão coloca as regiões Sul e Centro-Oeste como críticas para as próximas semanas, o que pode ser agravado pela saturação do sistema de saúde nesses estados”, informa a Fiocruz.

O documento destaca a situação do Rio Grande do Sul, que, pela primeira vez desde o início da pandemia, entrou para a lista dos estados com as maiores taxas de letalidade: sua taxa de letalidade atual é de 4,1%, a segunda maior do país, atrás apenas do Rio de Janeiro (6,2%).

Quanto às taxas de ocupação do sistema de saúde, até o dia 5 de abril, 19 estados mais o DF estão com taxas de ocupação dos hospitais superiores a 90%. No que diz respeito apenas aos leitos de UTI Covid, 21 estados estão com taxas de ocupação superiores a 90%.

Aumento das mortes entre os jovens

O boletim da sexta-feira também alerta para um expressivo aumento de mortes e casos entre adultos entre 30 a 59 anos.

Entre a Semana Epidemiológica 1 (3 a 9 de janeiro de 2021) e a 12 (21 a 27 de março), houve um aumento de casos de:

  • 30 a 39 anos: aumento de 1.218,33%;
  • 40 a 49 anos: aumento de 1.217,95%;
  • 50 a 59 anos: aumento de 1.144,94%.

 

Também houve aumento de mortes neste mesmo período entre os mais jovens:

  • 20 a 29 anos: aumento de 872,73%
  • 30 a 39 anos: aumento de 813,95%;
  • 40 a 49 anos: aumento de 880,72%;
  • 50 a 59 anos: aumento de 877,46%.

 


Dayelle Ribeirohttps://www.cenariomt.com.br
Redatora do portal CenárioMT
- Publicidade -

Últimas no CenárioMT

Lucas do Rio Verde

FERIADO MUNICIPAL
Missa na Igreja Matriz celebra Dia da Padroeira de Lucas do Rio Verde
maio 13, 2021
Geral
Rota do Oeste oferece sete vagas para contratação imediata em Lucas do Rio Verde
maio 12, 2021