21.6 C
Lucas do Rio Verde
domingo, 16 maio, 2021
InícioMATO GROSSOLUCAS DO RIO VERDELucas: Praticantes cobram definição de espaço para realização de manobras em motos

Lucas: Praticantes cobram definição de espaço para realização de manobras em motos

Grupo se preocupa com abordagens policiais em vias públicas e assegura que realidade seria diferente com um ambiente preparado
Por Da Redação

A condução de dois jovens pela Polícia Militar esta semana, em Lucas do Rio Verde, por direção perigosa, trouxe de volta o debate sobre a falta de um espaço adequado para motociclistas praticarem suas manobras sobre uma roda, o chamado ‘grau’. Os rapazes estavam em um grupo que fazia suas manobras na Avenida Brasil, próximo ao Fórum da Comarca do município. As motos foram recolhidas pela Polícia Militar

De acordo com Reni Lopes, motociclista que trabalha com entregas, a situação seria diferente caso houvesse um local apropriado para que os jovens tivessem seus momentos para essa prática. Ele lembra que o tema é antigo e que foi discutido durante a última campanha eleitoral. Os jovens se reuniram com um dos candidatos a prefeito e, com a promessa de buscar uma solução para o tema, conseguiu o apoio dos jovens. Reni estima que existem atualmente em Lucas do Rio Verde, cerca de 150 jovens trabalhando com entregas e que são adeptos ‘do grau’.

“Como não aconteceu ainda (a definição de um espaço adequado) isso ainda não acontece. É como diz uma frase: enquanto não tem um local adequado, o show é na rua”, comentou, citando que há um entendimento entre os praticantes ‘do grau’ de não executarem manobras em locais com concentração de pessoas. Por isso, a escolha por ruas afastadas. “É perigoso, por um lado ou outro. A gente só queria um espaço”, reclama.

Problema semelhante ocorreu na vizinha cidade de Tapurah. A solução veio com a destinação de uma área onde os motociclistas se reúnem e praticam suas manobras, sem risco para quem trafega pelas ruas do município. O local é visitado por praticantes ‘do grau’ de diversas cidades, inclusive Lucas do Rio Verde. E é com base nessa iniciativa tapuraense que os praticantes ‘do grau’ se mobilizam para pedir apoio do poder público. “Fica muito longe pra gente estar indo lá”, reclama Reni, citando que ano passado chegou a ser apresentado um projeto para a implantação de uma pista destinada ao segmento. “E mostraram o projeto dizendo: ‘olha aqui como ficará a pista de vocês’, mas até agora nada”.

Pista do ‘Arrancadão’

Em Lucas do Rio Verde existe um local que poderia ser usado de forma compartilhada, segundo Reni: a pista do ‘arrancadão’. Ele elogiou a estrutura existente e que já foi usado pelos motociclistas. “Poderia haver um entendimento pra que a gente pudesse entrar num acordo e aquilo local seria perfeito pra gente estar praticando”, acredita. “Ajudaria muito e esse tipo de coisa não aconteceria mais nas ruas. A gente precisa de um espaço”.

Secretaria de Esportes

A reportagem de CenárioMT procurou a Secretaria Municipal de Esportes, responsável pela agenda de esportes e lazer do município. O pleito consta do planejamento da pasta. Porém, a solução passa por outros setores da esfera administrativa. O secretário Jackson Lopes informou que na próxima semana poderá se pronunciar a respeito do planejamento.

‘Dar grau’

A prática de andar apenas com a roda traseira da moto, o chamado ‘dar grau’, ocorre em todo o país. Fazer a manobra em vias públicas é considerado infração de trânsito, com aplicação de multas pesadas e até recolhimento da CNH do condutor.

A expectativa dos ‘grauzeiros’ é que ela siga o exemplo do skate e se torne prática esportiva. Em tempos remotos, praticar skate no Brasil era contravenção. Em 2021, cerca de 60 anos depois, o skate fará sua estreia em Olimpíadas.

De acordo com a Confederação Brasileira de Esportes Radicais, a prática de manobras radicais em motos sobre uma roda é conhecida como wheeling. Ela nos anos 1970 nos Estados Unidos e conta com status de esporte, tendo competições ao redor do mundo.

O Wheeling é uma modalidade de motociclismo urbana e pode ser praticado em motos de qualquer cilindrada. Nos anos 80, quando iniciou a prática do esporte, o Wheeling era uma prova de arrancada, em que os pilotos empinavam a moto em apenas uma roda, em alta velocidade.

Pela escassez de lugares apropriados para a prática do esporte, o que atrasa o crescimento do Wheeling, muitos pilotos fazem as manobras em vias públicas, colocando em risco a vida dos outros e a própria vida, causando certo preconceito com o esporte. Mas, conforme a CBER, ao longo dos anos, o Wheeling vem ganhando espaço, como atração em feiras, convenções e eventos em geral.


- Publicidade -

Últimas no CenárioMT

Lucas do Rio Verde

ATO CÍVICO
Com foco na família e na religião, Movimento Verde e Amarelo realiza ato em Lucas do Rio Verde
maio 15, 2021
LITERATURA
“Livro é uma viagem que você faz sem precisar sair de casa”, compara premiada em concurso de poesia
maio 15, 2021