Crescimento no fluxo de passageiros em aeroportos do interior de Mato Grosso em 2023

Fonte: CENÁRIOMT

Centro Oeste Airports
Centro Oeste Airports

O tráfego de passageiros nos aeroportos do interior de Mato Grosso teve um aumento expressivo em 2023 em relação ao ano anterior, de acordo com o Boletim do Turismo divulgado recentemente pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sedec). Segundo o relatório, desenvolvido pela Secretaria Adjunta de Turismo, o número total de passageiros em embarques e desembarques nos aeroportos do estado chegou a 3,3 milhões no último ano.

Os aeroportos de Várzea Grande, Rondonópolis, Sorriso, Sinop e Alta Floresta são fundamentais para o turismo no estado, servindo como os principais pontos de entrada para visitantes internacionais e de outras partes do Brasil. Esse fluxo de passageiros é um indicador crucial para a definição de estratégias de acesso aos destinos turísticos de Mato Grosso.

“O acompanhamento do setor por meio de indicadores de desempenho direciona tanto o Governo, que promove o setor através de políticas públicas, quanto os empresários, que utilizam os dados para identificar oportunidades de investimento, destacando a importância do Observatório do Turismo MT,” afirmou Leandro Lima, turismólogo e analista da Sedec, responsável pela elaboração do Boletim do Turismo.

O Aeroporto Marechal Rondon, em Várzea Grande, é responsável por cerca de 85% dos embarques e desembarques no estado, registrando um movimento de 2,8 milhões de passageiros em 2023. Este aeroporto, que está em reforma desde abril de 2023, é o principal ponto de entrada em Mato Grosso.

Os aeroportos do interior também apresentaram um crescimento significativo em 2023. O aeroporto de Sinop, o primeiro a ser reformado pela concessionária Centro Oeste Airports, contabilizou 342.493 embarques e desembarques, um aumento de 12,3% em comparação ao ano anterior. Em Rondonópolis, o número de passageiros foi de 51,5 mil, representando um crescimento de 22% em relação a 2022.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Outros aeroportos também mostraram aumentos notáveis: Alta Floresta teve 51,6 mil passageiros, enquanto Sorriso recebeu 48.403 passageiros no último ano.

A taxa de ocupação de hotéis no estado também apresentou uma ligeira alta em comparação a 2022, conforme dados da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH MT). A ocupação média foi de 64,3% em 2023, um aumento de 0,5% em relação ao ano anterior. Os meios de hospedagem foram classificados em dois grupos: os de 2 e 3 estrelas tiveram uma ocupação média de 63,27%, enquanto os de 4 e 5 estrelas alcançaram 65,29%.

Os meses de janeiro e fevereiro registraram as menores taxas médias de ocupação para hotéis de 2 a 3 estrelas (54,22%), enquanto dezembro teve a menor taxa para hotéis de 4 a 5 estrelas (54,46%). Agosto foi o mês com melhor desempenho para ambos os grupos, com taxas de ocupação de 76,37% para o primeiro grupo e 75,01% para o segundo.

O crescimento no número de passageiros e a melhoria na taxa de ocupação de hotéis sinalizam um fortalecimento do setor de turismo em Mato Grosso, impulsionado por políticas públicas eficazes e investimentos estratégicos. Este cenário positivo reforça a posição do estado como um destino atraente e acessível para turistas de diversas partes do mundo.

Redatora do portal CenárioMT, escreve diariamente as principais notícias que movimentam o cotidiano das cidades de Mato Grosso. Já trabalhou em Rádio Jornal (site e redação).