Minutos antes do jogo: Como um jogador se prepara para entrar em campo e ter máximo desempenho?

Fonte:

image 2024 06 05T221002.536
FreePik

A vida de um jogador de futebol é uma preparação para entrar em campo, seja em treinamentos regulares ou em rotinas rígidas a serem seguidas, mas nos minutos que antecedem um jogo, essa preparação é intensificada para garantir seu desempenho máximo.

Desde os rituais de aquecimento até as estratégias mentais, cada detalhe tem um papel fundamental nesse processo, afirma o empresário do futebol e CEO da Strategic SportsEmerson Zulu.

Um pré-jogo mal sucedido pode afetar um bom treinamento anterior. Por isso, é preciso ter máximo foco para entrar em campo com o máximo desempenho”.

O que um jogador de futebol faz minutos antes da partida iniciar?

[CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE]

Antes do jogo ser iniciado, o jogador deve realizar uma boa preparação mental, para conseguir ter uma visão mais ampla dos pontos que trarão o sucesso na partida e gerir os pontos negativos, explica Emerson Zulu.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Antes de iniciar uma partida, o jogador deve ter uma preparação mental direcionada, controlando a ansiedade, gerenciando o estresse e exercitando o autocontrole para enfrentar a pressão do jogo”.

Além disso, uma boa preparação física para a intensidade da partida também é muito importante para o bom desempenho do jogador.

“Já o treinamento físico deve se concentrar em aquecimentos e alongamentos para manter um bom condicionamento muscular e articular para prevenir lesões, de forma complementar ao treinamento já feito anteriormente”, explica Emerson Zulu.

Scout no futebol

Scout é o nome dado à parte do planejamento voltado à análise das características individuais de cada jogador e sobre a forma como elas interagem em campo.

Um jogador que se prepara para os embates técnicos e táticos já entra no jogo com informações sobre o desempenho dos jogadores adversários, o que é um grande diferencial quando se fala de embates diretos e a partida é definida, em grande parte, por esses confrontos. Os atletas que não tem scoot demoram mais para ‘se soltar’ na partida porque ainda estão lendo o jogo, já os que se preparam com antecedência já sabem os riscos e as vulnerabilidades do adversário”.

Para tudo isso, é fundamental que o jogador tenha uma boa equipe multidisciplinar de profissionais lhe auxiliando. Uma abordagem 360, que engloba a parte física, mental, emocional, o scout, etc., é o grande diferencial entre um jogador que entra em campo preparado e um que entra despreparado”, afirma Emerson Zulu.

Dr. Fabiano de Abreu Agrela Rodrigues, Colunista do Cenário MT é um Pós-doutor e PhD em neurociências eleito membro da Sigma Xi, The Scientific Research Honor Society e Membro da Society for Neuroscience (USA) e da APA - American Philosophical Association, Mestre em Psicologia, Licenciado em Biologia e História; também Tecnólogo em Antropologia com várias formações nacionais e internacionais em Neurociências e Neuropsicologia. É diretor do Centro de Pesquisas e Análises Heráclito (CPAH), Cientista no Hospital Universitário Martin Dockweiler, Chefe do Departamento de Ciências e Tecnologia da Logos University International, Membro ativo da Redilat, membro-sócio da APBE - Associação Portuguesa de Biologia Evolutiva e da SPCE - Sociedade Portuguesa de Ciências da Educação. Membro Mensa, Intertel e Triple Nine Society, sociedades de pessoas com alto QI.