Aprosoja-MT debate a Moratória da Soja com a Abiove e Anec

Reunião foi requerida pela deputada federal Coronel Fernanda e foi realizada no auditório da Aprosoja-MT, em Cuiabá

Fonte: CenarioMT com Assessoria Aprosoja

Aprosoja-MT debate a Moratória da Soja com a Abiove e Anec
Foto: Leandro Andrade

A Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja-MT) recebeu, na tarde de sexta-feira (10), a primeira reunião de um grupo de trabalho para discutir a Moratória da Soja, acordo comercial que restringe a comercialização de soja produzida em áreas desmatadas legalmente no bioma amazônico após 2008.

O encontro contou com a presença dos presidentes da Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais (Abiove), André Nassar, e da Associação Nacional dos Exportadores de Cereais (Anec), Sérgio Mendes. As duas entidades representam as empresas compradoras de grãos, as tradings, que fazem parte do acordo comercial.

De acordo com o presidente da Aprosoja-MT, Lucas Costa Beber, a Aprosoja-MT sempre buscou o diálogo para solucionar a questão da moratória, que é uma das principais demandas dos produtores para a entidade. Ainda segundo Costa Beber, o acordo interfere diretamente no direito à propriedade, pois essas empresas comercializam mais de 90% da soja em MT.

A nossa entidade sempre busca o diálogo primeiro, então, estamos dialogando, dando espaço para que eles poderem se defender, de fazer as suas alegações. Mas, de toda forma, o nosso trabalho é para acabar com a moratória. Nós não temos muito tempo a perder, pois o produtor está tomando prejuízo e há uma grande injustiça com nossos agricultores”, disse Lucas.

[Continua depois da Publicidade]

Já a deputada federal Coronel Fernanda, que conduziu os trabalhos, destacou que foram apresentadas algumas propostas para a Anec e Abiove, sendo com objetivos de curto prazo e também de médio prazo. A deputada também é autora do requerimento da última audiência pública, feita na Câmara Federal, sobre o assunto, no dia 25 de abril.

Essa reunião foi importante porque, todos juntos, com um único objetivo, começamos a derrubar a questão da Moratória da Soja. Tivemos aqui três propostas apresentadas para as duas associações, Anec e Abiove, e no dia 12 de julho os seus representantes nos darão um retorno sobre elas”, pontuou a deputada federal.

Já o vice-presidente Norte da Aprosoja-MT e presidente do Sindicato Rural de Sinop, Ilson Redivo, pontuou que houve uma evolução no debate, mas ainda há entraves por parte das duas associações. Redivo lembrou que é importante os produtores se manterem mobilizados e destacou que o governador Mauro Mendes tem sido incisivo contra esse acordo comercial.

O diálogo nunca pode terminar. Acredito sempre que um bom acerto é melhor do que uma boa demanda, e é o que a gente está procurando fazer. Nós estamos dialogando com as entidades, com a Abiove principalmente, no sentido de buscar em conjunto soluções que contemplem as duas partes”, afirmou Ilson Revido.

Também participaram da reunião os deputados federais Abilio Brunini e Gisela Simona, além do deputado estadual Gilberto Cattani, representante das Associação Mato-grossense dos Municípios (AMM), Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat), Frente Parlamentar da Agropecuária de MT (FPA/MT), Aprofir-MT, CNA, Famato, Imea e Aprosoja Brasil.

Por: Felipe Leonel