Homem sai para ‘receber dinheiro’ e é executado a tiros na porta de casa

0

Um homem de 47 anos, foi executado a tiros na manhã da última segunda-feira (1º) na porta de casa, na zona rural do município de Santa Terezinha (1.312 km da Capital), quando saiu para receber ‘um dinheiro’ e foi baleado pelo motociclista, ainda não identificado, que faria o pagamento.

De acordo com a ocorrência, relatada pela esposa da vítima, um homem teria chegado à chácara onde eles moravam, em uma motocicleta Honda Bros, quando o acusado gritou pela vítima avisando que tinha um dinheiro para entregar a ele.

Ao sair para atender o chamado, a vítima foi atingida por vários disparos de arma de fogo.

A mulher do homem teria corrido para ver o que tinha acontecido, encontrou o marido caído em frente à residência e correu para uma região de mata para se esconder.

Segundo a testemunha, o assassino ainda foi atrás dela e a procurou em meio ao matagal, mas não conseguiu encontrá-la, caso contrário, seria assassinada também.

Informações preliminares apontam que a motivação do crime seria uma dívida no valor de R$ 1,8 mil que a vítima tinha, no entanto, a ocorrência não cita para quem a vítima devia, a qual seria o principal suspeito de ter cometido o crime ou ter mandado matar.

A Polícia Militar (PM) atendeu a ocorrência, isolou o local e comunicou o fato à Polícia Civil e Politec (Perícia Oficial e Identificação Técnica), responsáveis pelos procedimentos no andamento da ocorrência.

Enquanto os investigadores conversavam com a testemunha, os peritos analisaram as condições em que o corpo foi encontrado e periciaram o perímetro colhendo evidências que apontem as circunstâncias do crime.

Em seguida, o cadáver foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML), onde passou por exame de necropsia que vai confirmar a causa clínica da morte.

A Politec irá emitir um laudo técnico nos próximos dias com informações que darão base à apuração dos fatos.

Diante das informações repassadas pela testemunha, que relatou características dos bandidos e da moto usada no crime, uma ação integrada entre policiais militares e civis, com apoio da Polícia Civil de Santana do Araguaia, no Pará, saiu em patrulhamento pela região buscando pelo paradeiro dos assassinos, onde foram encontrados e presos na divisa dos estados.

Os acusados foram encaminhados à Delegacia de Polícia Civil, onde foram ouvidos pelo delegado, presos em flagrante e em seguida encaminhados à Cadeia Pública de Vila Rica, onde ficaram aguardando os procedimentos judiciais.


Amazonia 03 de Junho