Dançarino de Moçambique que roda o mundo dando aulas vai ensinar kuduro e afro house em Cuiabá

0
Foto: Secom-MT/Divulgação

Uma oficina de danças africanas é oferecida pelo Museu de História Natural Casa Dom Aquino, em Cuiabá. As aulas serão ministradas pelo artista africano Hermínio Nhantumbo de Moçambique e começam em fevereiro.

Segundo a Secretaria Estadual de Comunicação (Secom), vão ser duas modalidades de dança ofertadas, a afro house e o kuduro.

Para o curso é necessário fazer a matrícula e será cobrado a taxa de R$ 20. A mensalidade é no valor de R$ 100. As inscrições podem ser feitas até o dia 31 deste mês pela internet.

As aulas devem iniciar no dia 5 de fevereiro. São três aulas por semana, às quartas, quintas e aos sábados, das 17h30 às 18h30.

“Brasil e Moçambique têm uma relação histórica muito forte. Alguns escravos que chegaram aqui saíram de lá, então temos muitas coisas semelhantes, como a língua, apesar de algumas diferenças, danças, comidas, enfim. Estou me sentindo em casa”, afirmou o professor de dança.

Hermínio Nhantumbo é coreógrafo e dançarino. Ele trabalha pelo mundo promovendo oficinas de dança inclusive no Brasil. O artista estuda dança contemporânea e danças tradicionais desde 2003 em Moçambique, país de origem dele.

O Museu de História Natural Casa Dom Aquino fica na Avenida Beira Rio no Bairro Dom Aquino na capital.

A dança

Kuduro é uma dança africana com um estilo musical diferente, dançante e muito agitado que surgiu em Angola na África do Sul.

O ritmo musical e dançado em todas as pistas de dança no país. Uma versão desse estilo foi representado música-tema da novela Avenida Brasil em 2012.

Na dança, os membros superiores e inferiores trabalham de forma coordenada. Isso é ótimo para melhorar a coordenação motora, em especial para pessoas mais velhas ou com algum tipo de dificuldade.