O rosto da ativista sueca Greta Thunberg foi apagado do viaduto da Avenida São Cristóvão em Sinop, a 503 km de Cuiabá, e no lugar foram desenhadas duas araras.

A imagem da garota foi apagada na sexta feira (4) e as araras foram grafitadas nesse fim de semana.


Continua depois da publicidade-pix


Arte com o rosto de Greta foi pichado — Foto: TVCA/Reprodução

A decisão de apagar o rosto da ativista do painel feito por grafiteiros foi tomada pela prefeitura. Uma equipe da Secretaria de Obras do município foi até o local e passou uma tinta verde sobre o desenho que havia sido pichado por vândalos.

Em uma reunião com os artistas, a prefeitura pediu que outra imagem fosse desenhada no local.

-Continua depois da publicidade ©-

Segundo o diretor de Cultura do município, Daniel Coutinho, a decisão de apagar a imagem da ativista não teve nenhuma motivação política e que a proposta é seguir o projeto inicial que prevê a pintura de locais públicos com artes voltadas para a fauna e flora contemplando a diversidade cultural do município.

A arte em grafite com o rosto do cacique Raoni Metuktire foi mantida e a pintura não deve ser apagada. O indígena é conhecido internacionalmente pela defesa dos direitos dos povos indígenas e é líder do povo Kayapó.

Conforme a prefeitura do município, uma parceria foi feita com artistas para a revitalização do viaduto.

O projeto apresentado pelos grafiteiros incluía desenhos de natureza e não havia autorização para a pintura de rostos, mas que a homenagem ao cacique Raoni foi permitida.

Greta Thunberg

A sueca de 16 anos ficou conhecida depois de um discurso em defesa do meio ambiente e de combate às mudanças climáticas, durante a abertura da Cúpula do Clima da Organização das Nações Unidas (ONU), no dia 21, nos Estados Unidos.

Desde que se tornou protagonista do combate às mudanças climáticas, a ativista vem dividindo opiniões em todo o mundo.





-Patrocinador-