Por conta de tempo seco, município de MT anuncia racionamento de água

0

Devido ao tempo seco, o município de Tangará da Serra (a 241 km de Cuiabá) anunciou o racionamento de água, no sistema “dia sim, dia não” e redução do volume de água tratada, pelo Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto (SAMAE), a partir da próxima segunda-feira (16). Os bairros que utilizam poços artesianos não serão afetados.

O “Plano Estratégico de Distribuição Racional de Água Tratada no Período de Seca” foi anunciado na sexta-feira (13), durante uma coletiva de imprensa com o diretor da autarquia, Wesley Lopes Torres.


Continua depois da publicidade-pix


“Nosso grande problema é a falta de chuvas, e não há previsão para que elas aconteçam. Então, o racionamento é o que restou para enfrentarmos este período e evitar o desabastecimento”, disse Torres. “Estas lagoas nos dão, até agora, fôlego para enfrentar a falta de chuvas, mas elas tem um limite nas suas capacidades que está muito próximo”, observou.

O racionamento será feito de forma escalonada. Os bairros abastecidos pela rede terão um dia com abastecimento por 24 horas (das 07hs às 07hs), e no dia seguinte ficarão sem abastecimento, havendo casos de intermitência (que podem ou não receber água).

-Continua depois da publicidade ©-

A autarquia também reduzirá o volume de água tratada. Atualmente, o volume é 340 litros/segundo e passa para entre 250 e 280 litros/segundo. O objetivo é diminuir a exigência sobre as lagoas e proporcionar maior reservação de água bruta.

Já os bairros servidos com poços artesianos – casos do Alto da Boa Vista e regiões do Atacadão, Vila Goiás e Valência – não serão submetidos ao escalonamento. “Isso não significa, porém, que estes bairros estejam livres de medidas de racionamento, já que a vazão dos poços também é impactada com a seca”, disse Torres.





-Patrocinador-