Prefeito encaminha projeto para a Câmara que atende solicitação da Mitra Arquidiocesana de Cuiabá

0

O prefeito Emanuel Pinheiro entregou nesta semana para a Câmara Municipal, projeto de lei que solicita junto ao Poder Legislativo da Capital, autorização para que a Prefeitura de Cuiabá conceda o uso e ocupação de um imóvel de propriedade municipal, pela Mitra Arquidiocesana de Cuiabá-Paróquia Nossa Senhora da Guia.

“A solicitação tem caráter induvidável, interesse social e é voltada para o bem-estar da sociedade. Para nós, que representamos o Poder Executivo de Cuiabá, temos o dever de contribuir com ações dessa natureza, o que demonstra que é possível sim, alcançar resultados exitosos, especialmente aos idosos, diminuindo os índices de desigualdade social”, disse o prefeito Emanuel Pinheiro.


A proposta da instituição para ocupação do espaço público é atender um projeto social, cultural e religioso, o qual atenderá a comunidade, abrangendo a construção de salas anexas ao prédio da Igreja, contribuindo com ações e demais benefícios, principalmente voltada à pessoa idosa, que a paróquia já realiza, contribuindo para a melhoria da qualidade de vida da população mais carente, diminuindo assim, o risco de vulnerabilidade social. Serão realizadas palestras e cursos, atividades esportivas e trabalhos de convivência e inclusão social.

“É com grata satisfação que recebo no dia do meu aniversário, um presente aguardado pela Paróquia há anos. O prefeito pode não ter percebido, mas ele foi um instrumento escolhido por Deus para que possamos atender cada vez mais pessoas, com ações voltadas a qualidade de vida e valorização”, declarou o padre Osvaldo Scotti durante reunião com o prefeito na segunda-feira (15).

  Carregamento de maconha é apreendido em Cuiabá

Líder do governo na Câmara Municipal, o vereador Luís Cláudio informou que todos os encaminhamentos para aprovação por parte do legislativo e posteriormente aprovação do prefeito serão tomados. Segundo ele, desde a elaboração da proposta, todo cuidado foi tomado, para que futuros problemas sejam evitados. “Essa concessão será por meio de lei municipal que será aprovada pela Câmara e sancionada pela Prefeitura. Quando tudo estiver estabelecido, toda parte burocrática, aí sim estará consolidado o termo de ocupação, onde será construída uma nova área de evangelização e de socialização. Estarei junto para que o sonho desse novo espaço para atender a população menos favorecida se torne realidade”, ressaltou o vereador.

Na oportunidade, o prefeito reforçou que o projeto de lei de cunho autorizativo, é mais uma forma encontrada pelo Poder Executivo Municipal de agradecer a população dos bairros que serão beneficiados com o projeto de cunho social. “A Prefeitura sozinha não consegue atender todas as demandas. São por meio dessas parcerias que a gestão consegue realizar esse tipo de ação. Onde houver necessidade, o poder público municipal se fará presente”, finalizou Pinheiro.

| deixe sua opinião |

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui