SP recebe mostra com abordagem humanista sobre o câncer de mama

Exposição fotográfica será realizada, a partir desta sexta-feira (8), em espaço localizado no Memorial da América Latina

0

Exposição fotográfica será realizada, a partir desta sexta-feira (8), em espaço localizado no Memorial da América Latina

O Memorial da América Latina sedia, entre 8 de março e 8 de abril, a exposição fotográfica “De Peito Aberto – a autoestima da mulher com câncer de mama, uma abordagem humanista”, do fotógrafo Hugo Lenzi, em parceria com a jornalista Vera Golik. Os visitantes poderão conferir as imagens no Espaço Gabo.

Vale destacar que a mostra é uma das programações que o local, mantida pelo Governo do Estado, preparou para celebrar o Dia da Mulher. No Memorial, as comemorações serão ao longo do mês, com várias atividades para apresentar trabalhos que girem em torno das questões femininas.

A exposição fotográfica “De Peito Aberto”, com entrada gratuita, é resultado do projeto sociocultural de mesmo nome, que retrata homens e mulheres que enfrentam (ou enfrentaram) o câncer de mama, além de colocar em foco a humanização da medicina em geral.

Histórias

As imagens da exposição mostram as histórias de mais de 50 mulheres e um homem retratados em todo o Brasil, entre 18 e 90 anos, de diversos países, origens, etnias e classes sociais. Elas captam as emoções vividas por essas “guerreiras e um guerreiro” em cada uma das etapas do câncer.

Com exposição fotográfica, palestra e ações nas redes sociais, o projeto mostra a enfermidade sob uma perspectiva mais humana, por meio da iniciativa da jornalista e escritora Vera Golik e do fotógrafo e sociólogo Hugo Lenzi, após vivenciarem casos de câncer nas próprias famílias.

Embora a reconstrução seja um direito das mulheres, o Ministério da Saúde estima que foram realizadas pouco mais de 1,5 mil cirurgias em 2015. O número não chega a 2% do total das pacientes diagnosticadas.

De acordo com dados da Sociedade Brasileira de Mastologia, das cerca de 20 mil mulheres que precisam fazer cirurgia de retirada das mamas, menos de 10% saem dos centros cirúrgicos com os seios reconstruídos.

Projeto

Em 2011, De Peito Aberto foi apresentada durante o Encontro de Alto Nível sobre Doenças Crônicas Não Transmissíveis da Organização das Nações Unidas (ONU), em Nova York, que teve a presença dos presidentes, de autoridades mundiais e delegações de saúde de todos os países membros da entidade.

Com mais de 40 exposições e 160 palestras pelo Brasil e ao redor do mundo, “De Peito Aberto” recebeu mais de oito milhões de visitantes e aproximadamente 25 milhões de pessoas tiveram acesso às informações sobre o evento por meio da mídia e mais de 15 milhões de internautas foram impactadas pelo projeto.

O projeto busca estimular uma nova conduta em relação ao enfrentamento do câncer de mama e oferece informação de qualidade sobre a doença. A ação acontece em todo o Brasil e, agora, será apresentada em São Paulo.

Leia também: Resultado das loterias de hoje (18/09/2020)


Amazonia 03 de Junho