Central Única das Favelas distribui livros a bibliotecas comunitárias

Presidente da Cufa-Rio disse que crianças estão entre os focos principais. Para ele, a leitura vem se perdendo, por causa da internet e de outros fatores.

Fonte: Vitor Abdala - Repórter da Agência Brasil - Rio de Janeiro

central unica das favelas distribui livros a bibliotecas comunitarias scaled
© Fernando Frazão/Agência Brasil

A Central Única das Favelas do Rio de Janeiro (Cufa Rio) está distribuindo mais de 150 mil livros para ampliar o acervo de mais de 100 bibliotecas comunitárias do estado. Neste domingo (23), Dia Mundial do Livro, data criada pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), foram entregues volumes para cerca de 20 comunidades.

Os livros foram doados por uma empresa multinacional de varejo online. Eles seriam descartados para abrir espaço nos estoques da loja e acabaram sendo doados para a Cufa, a fim de que chegassem aos leitores de favelas fluminenses, segundo o presidente da Cufa Rio, Wellington Galdino.

A distribuição começou em 1º de abril. A previsão é concluir a entrega dos livros nos próximos dias. Além das bibliotecas, os livros poderão ser usados em projetos literários das favelas.

[-CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE-]

“Além da capital, já foram livros para Caxias, Nova Iguaçu, São Gonçalo, Angra dos Reis, Paraty, Volta Redonda. O livro é um dos maiores meios de absorver conhecimento. É uma das coisas que mais despertam o raciocínio e a inteligência humanos”, afirmou Galdino, enquanto ajudava a carregar uma kombi, na sede da Cufa Rio, embaixo do viaduto de Madureira, com livros que seriam levados à comunidade do Faz-quem-quer, localizada perto dali.

Segundo Galdino, um dos focos principais das doações dos livros são as crianças. “A gente quer estimular a leitura, que é algo que vem se perdendo, por causa da internet e de várias outras distrações. Essa doação vem em boa hora e é muito importante a gente estimular a leitura dentro das favelas do estado”.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Além dos livros de ficção em língua portuguesa, foram recebidos muitos volumes de literatura em língua inglesa e também livros técnicos, como aqueles voltados ao estudo do direito.

Essas obras estão sendo separadas para públicos específicos que possam aproveitar melhor esse material.

Galdino explicou também que a Cufa Rio trabalha permanentemente com a doação de livros, distribuindo material para mais de 130 bibliotecas comunitárias cadastradas.

Edição: Graça Adjuto

Atualmente, trabalha na equipe do portal CenárioMT, produzindo conteúdo sobre economia, esportes e direitos da população brasileira, gosta de assistir séries, filmes de ação e de videogames. Editor também em conteúdos regionais, sempre atento as tendências que o internauta procura para ficar bem informado.