Turista flagra sucuri dando abraço mortal em jacaré; VÍDEO

Fonte: CenarioMT

Há muitas narrativas sobre ataques destas serpentes a seres humanos; no entanto, na sua maioria, os casos são fictícios, principalmente no que diz respeito ao tamanho real do animal.
Há muitas narrativas sobre ataques destas serpentes a seres humanos; no entanto, na sua maioria, os casos são fictícios, principalmente no que diz respeito ao tamanho real do animal.

Um turista filmou o momento em que uma cobra sucuri estava dando um ‘abraço mortal’ em um jacaré. As imagens ganharam repercussão nas redes sociais.

O vídeo foi gravado por Guímel Cursino, no Rio Cristalino, em Mato Grosso (MT). Guímel publicou em seu perfil no Instagram, obtendo milhares de visualizações.

Mesmo sendo um predador temido dentro de água, muitas vezes os jacarés acabam perdendo para as cobras sucuris. As sucuris são semiaquaticas, sendo muito mais ágil na água do que em terra firme.

[-Patrocinado-]

Veja a sucuri predando o jacaré

A Sucuri

As sucuris é um gênero de boinae encontradas na América do Sul. Eles são um grupo semiaquático de cobras e incluem uma das maiores cobras do mundo, Eunectes murinus, a sucuri-verde. O nome Eunectes é derivado da palavra grega Eυνήκτης, que significa “bom nadador”. Quatro espécies são reconhecidas atualmente.

[Continua depois da Publicidade]

Todas as quatro espécies são cobras aquáticas que atacam outros animais aquáticos, incluindo peixes, aves aquáticas, jacarés e capivaras. Alguns relatos existem de anacondas que predem animais domésticos, como cabras e em algum momento até mesmo jaguar,que se aventuram muito perto da água.

Estas cobras vivem perto de córregos, rios e lagos. Apesar de não serem ágeis em ambiente terrestre, elas são muito rápidas dentro d’água podendo ficar até 30 minutos sem respirar. Possuem hábitos crepusculares e noturnos.
Estas cobras vivem perto de córregos, rios e lagos. Apesar de não serem ágeis em ambiente terrestre, elas são muito rápidas dentro d’água podendo ficar até 30 minutos sem respirar. Possuem hábitos crepusculares e noturnos. Foto: reprodução/Terra da Sucuri.

A sucuri-verde divide com a píton-reticulada (Python reticulatus), o título de maior serpente do mundo, alcançando 6 metros ou mais de comprimento, muito embora seus indivíduos adultos, em média, alcancem em torno de 3 ou 4 metros.

Uma sucuri pode viver com tranquilidade por até 30 anos. As fêmeas são maiores que os machos, atingindo a maturidade sexual por volta dos seis anos de idade.

Há muitas narrativas sobre ataques destas serpentes a seres humanos; no entanto, na sua maioria, os casos são fictícios, principalmente no que diz respeito ao tamanho real do animal. Por ter tamanho acentuado, a sucuri ou anaconda tem vértebras.

Se você gostou deste post: Sucuri quase pega cachorros dentro do rio – vai gostar também de ler esta notícia: Flagrantes de onças-pintadas; VÍDEO

Siga-nos no Facebook Twitter para se manter informado com as notícias de hoje!

Possui experiência em produção textual e, atualmente, dedica-se à redação do CenárioMT produzindo conteúdo sobre a região norte de Mato Grosso.