Gambá deixa projétil de fuzil na porta de gabinete de senador

O gambá (saruê) foi fazer uma visita de “cortesia” ao senador da república Álvaro Dias (Podemos-PR)

Fonte: CenárioMT

sem titulo 5
Cartucho de fuzil levado por saruê a corredor do Senado — Foto: Luiz Wolff/Divulgação

Gambá deixa projétil de fuzil na porta de gabinete de senador, em Brasília – DF. O fato, um tanto inusitado, aconteceu ontem, quarta-feira (27).

O gambá (saruê) foi fazer uma visita de “cortesia” ao senador da república Álvaro Dias (Podemos-PR), momento em que deixou o projétil perto da porta do gabinete do parlamentar.

O objeto bélico foi localizado por funcionários responsáveis pela limpeza do prédio. Policiais responsáveis pela segurança do local foram acionados e ao analisar, perceberam que o cartucho não estava deflagrado.

Intrigados como o projétil poderia ter parado naquele local, os agentes procuraram pelas imagens no sistema de segurança. Nas imagens foi possível ver o animal circulando com o objeto na boca.

[Continua depois da Publicidade]

As imagens, no entanto, não foram disponibilizadas.

Os gambás, ou saruês, são animais comumente vistos na região do Congresso Nacional.

A Polícia Legislativa ainda apura onde o animal pode ter encontrado o projétil e qual a procedência dele.

Gamba brasil 2
Os gambás, ou saruês, são animais comumente vistos na região do Congresso Nacional. Foto: aqueleato.org

Curiosidades sobre Gambá

Do gênero Didephis, o gambá e um animal marsupial da família Didelphidae. Seu porte físico assemelhe-se a de um gato e pesa em média até 4 kg, atingido na vida adulta em torno de 50 cm, sem contar a cauda, que tem a mesma proporção de tamanho de seu corpo.

Seu focinho é alongado e pontudo, o pescoço é grosso e os membros são curtos. A cor da pelagem varia muito. Têm uma cauda é preênsil, redonda e grossa, apresenta pêlos só na base, sendo que o restante é revestida por escamas pequenas. Seus movimentos são lentos em terra, pois nas árvores se mostra ágil, trepando com facilidade e com a ajuda da cauda.

O gambá tem hábitos noturnos e alimenta-se de frutos silvestres, ovos e filhotes de pássaros. É comum encontrar esses animais em galinheiros, onde se alimenta do sangue das galinhas.

Porém, a característica mais marcante desse animal é o terrível odor proveniente de um liquido produzido pelas suas glândulas axilares, que o gambá utiliza como um recurso de defesa quando se sente ameaçado. O liquido é tão fétido que atrapalha o agressor em seu potencial ataque, possibilitando que o gambá escape. Outra atitude comum aos gambás em situação de ameaça é fingir-se de morto, na esperança de que quem o ataca desista.

(Com informações do portal InfoEscola)

Se você gostou deste post Gambá deixa projétil de fuzil na porta de gabinete de senador vai gostar também de ler esta notícia: Onça-parda atacando capivara é flagrada por pecuarista; veja o vídeo

Siga-nos no Facebook Twitter para se manter informado com as notícias de hoje!

[Continua depois da Publicidade]