A gigante cobra muçurana devora jiboia

Fonte: CenarioMT

Conhecida entre os estudiosos como a "cobra do bem" ou "limpa-campo" devido a sua alimentação ser baseada em lagartos e pequenos roedores como ratos.
Conhecida entre os estudiosos como a "cobra do bem" ou "limpa-campo" devido a sua alimentação ser baseada em lagartos e pequenos roedores como ratos.

A gigante cobra muçurana ou boiruna sertaneja, como também é conhecida, mais uma vez foi flagrada pela equipe do Rei das Serpentes – Haroldo Bauer – devorando cobra jiboia. Confira no vídeo abaixo.

No vídeo gravado por Haroldo em uma noite no sertão de Pernambuco, é possível ver com detalhes a muçurana (boiruna) fazendo a deglutição da jiboia

muçurana ou mussurana, também conhecida como cobra-preta (nome científico: Clelia clelia), é uma das seis espécies do gênero Clelia, sendo uma Pseudoboini.

YouTube video

[Continua depois da Publicidade]

A Muçurana

Os hábitos da cobra muçurana foram descobertos pelo médico e cientista brasileiro Vital Brasil (1865-1950). Pesquisador do ofidismo, Vital Brazil apresentou, em uma conferência em 1915, um filme, de 1911, mostrando a luta de uma muçurana contra uma jararaca.

Pertence a família Dipsadidae. Seu porte vai de pequeno a médio, podendo chegar a medir 2,40 metros de comprimento quando alcançar a vida adulta. A sua coloração varia de acordo com a idade, possuindo uma coloração rosada com cabeça escura, quando jovem, e quando adultos são preto azuladas com uma faixa branca na parte ventral.

Apresenta veneno na sua peçonha mas não apresenta risco ao ser humano.

A muçurana é conhecida entre os estudiosos como a "cobra do bem" ou "limpa-campo" devido a sua alimentação ser baseada em lagartos e pequenos roedores como ratos.
A muçurana é conhecida entre os estudiosos como a “cobra do bem” ou “limpa-campo” devido a sua alimentação ser baseada em lagartos e pequenos roedores como ratos. Foto: divulgação/Wikipédia.

Possui hábitos diurnos, além de seu habitat preferido ser em lugares com vegetação densa, ao nível do solo. Em algumas regiões, é comum os agricultores criarem muçuranas como animais de estimação, na finalidade de diminuir o número de acidentes com cobras peçonhentas que atacam tanto os animais domésticos como o gado.

Em meados de 1930, houve um plano brasileiro para produzir e liberar uma grande quantidade de cobras muçuranas para controlar a quantidade de jararacas, mas não foi satisfatório. É encontrada nas áreas do centro, sudeste e sul do Brasil, Paraguai e nordeste da Argentina, porém também há registros dessa mesma espécie no Rio Grande do Sul.

Se você gostou deste post: A gigante cobra boiruna sertaneja devora jiboia  –vai gostar também de ler esta notícia: Mamba Negra a cobra mais poderosa da África
Siga-nos no Facebook Twitter para se manter informado com as notícias de hoje!
Possui experiência em produção textual e, atualmente, dedica-se à redação do CenárioMT produzindo conteúdo sobre a região norte de Mato Grosso.