Para adotar, é só ir até o Abrigo e escolher um pet para chamar de seu, entre doguinhos e gatinhos de diferentes tamanhos, pelagens e níveis de fofurice.  Por conta do início das obras no local, ainda em julho, as adoções tiveram de ser temporariamente suspensas, mas já foram retomadas.

[Continua depois da Publicidade]

Para levar o novo melhor amigo para casa, é preciso assinar o Termo de Adoção e Responsabilidade e também já estar com todos os itens necessários para o transporte do animal, como caixa de transporte, coleira, corrente, e toalha para forrar o carro.

O horário de atendimento para adoções vai das 7h ao meio dia e das 13h às 17h, de segunda a sexta-feira. O Abrigo fica na margem direita da BR-163, sentido Sinop, depois da Praça de Pedágio.

Marcelo Lincoln, secretário de Agricultura e Meio Ambiente de Sorriso, pasta responsável pelo local, reforça a importância da guarda responsável e da esterilização para evitar o aumento da população de animais nas ruas. “Cuidar de um animal exige um pouco de dedicação, tempo e espaço, por isso, é muito importante saber destas demandas na hora de adotar um bichinho, mas reforço que o carinho e o cuidado que são devolvidos pelo animal equilibram, com muita folga, esta conta”, comenta, lembrando que com a esterilização, pode-se reduzir significativamente a população de animais de rua.

Por meio do termo de colaboração assinado, no dia 1º, entre a Prefeitura Municipal e a Associação de Protetores de Animais Focinhos Carentes, o Poder Executivo irá repassar R$ 42.480,00, divididos em duas parcelas, para  a Focinhos Carentes viabilize 16 esterilizações mensais de cães e gatos que estão no Abrigo Municipal. O termo tem vigência até 31 de maio de 2022.

[Patrocinado]

“O trabalho que vem sendo desenvolvido por associações como a Focinhos é louvável em Sorriso e como não dispomos de uma clínica no Abrigo, fazer as esterilizações por meio e parceria foi a forma encontrada para esta finalidade”, acrescenta.