Sinop: toque de recolher, suspensão de aulas, missas e cultos

0

A Prefeitura de Sinop estendeu o período de vigência do toque de recolher na cidade, bem como da suspensão das atividades escolares presenciais em todos os períodos da educação infantil, ensino fundamental, médio, superior, pós-graduação, mestrado e doutorado, que compõem a Rede Particular de Ensino, além de berçários, “hoteizinhos infantis” e congêneres.

Ao invés de serem realizados até o dia 05 de julho, vão até a data de 12 julho, conforme especifica novo decreto expedido pelo poder público municipal (154/2020) e que passa a vigorar na quinta-feira, 02 de julho. Todas as especificações resultam de um diálogo coletivo realizado regionalmente por municípios que compõem o Consórcio Vale do Teles Pires, seguindo as recomendações elencadas pelo Ministério Público de Mato Grosso.


-Continua depois da publicidade ©-

“Importante lembrar que todas as medidas estão sendo tomadas com o objetivo de se prevenir ao coronavírus e, diante da necessidade, alteramos as datas. Todos estamos envolvidos na busca por soluções e tentando readequar da melhor forma possível. Não defendemos o fechamento total [lockdown] e, para isso, constantemente realizamos reavaliações conjuntas e articuladas”, expressou a prefeita Rosana Martinelli.

O novo decreto alterou o horário de início do toque de recolher, passando de 22h30 (decreto 141/2020) para 22h (154/2020). Desse instante até as 5h da manhã do dia seguinte estarão restritas atividades, com exceção de serviços essenciais, bem como a permanência e circulação de populares na rua, incluindo trabalhadores informais, tais como ambulantes.

Fica determinado que todo e qualquer estabelecimento comercial e de serviço deverá encerrar suas atividades até as 21h e não mais às 21h30, conforme estipulava o decreto 141/2020.

Leia também: Resultado das loterias de hoje (27/09/2020)


Amazonia 03 de Junho