SES realiza Semana Mato-Grossense de Doação, Proteção e Sensibilização da Amamentação

Transmissão inaugural do evento será feita nesta segunda-feira (200, das 9h às 11h, pelo canal de YouTube da Escola de Saúde Pública

Fonte: CenarioMT com Assessoria SES/MT

SES realiza Semana Mato-Grossense de Doação, Proteção e Sensibilização da Amamentação
Maio é celebrado o dia mundial de sensibilização do método ‘canguru’, de doação de leite humano e da proteção a amamentação. Crédito - SES-MT

Em maio é celebrado o dia mundial de sensibilização do método ‘canguru’, de doação de leite humano e da proteção à amamentação. Para celebrar as datas, a Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT), por meio da Coordenadoria de Promoção e Humanização da Saúde, vai realizar a Semana Mato-Grossense de Doação, Proteção e Sensibilização da Amamentação entre os dias 20 e 24 de maio.

A transmissão inaugural do evento será feita nesta segunda-feira (20.05), das 9h às 11h, pelo canal de YouTube da Escola de Saúde Pública.

A programação será transmitida virtualmente e englobará palestras sobre o método canguru, a doação de leite humano e as ameaças à amamentação. O cronograma ainda vai contar com ações presenciais em diversas cidades do estado, como: Alto Araguaia, Barra do Garças, Cáceres, Cuiabá, Diamantino, Guarantã do Norte, Novo Mundo, Lucas do Rio Verde, Peixoto de Azevedo, Rondonópolis, São José do Rio Claro, Serra Nova Dourada, Sinop e Várzea Grande.

As palestras são voltadas aos profissionais de saúde e estudantes, mas também visa atingir outros públicos e a comunidade em geral.

Segundo o superintendente de Atenção à Saúde da SES, Diógenes Marcondes, o webinar é uma maneira de garantir a mobilização acerca do tema da amamentação.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

“O webinar é para celebrar o Dia Internacional de Sensibilização do Método Canguru (15.05), o Dia Mundial de Doação de Leite Humano (19.05) e o Dia Mundial de Proteção do Aleitamento Materno (21.05), fortalecendo a promoção, proteção e apoio à amamentação”, explica.

Um dos temas abordados no webinar é o método ‘canguru’ ou pele a pele, técnica que deixa o recém-nascido apenas de fralda, em contato direto com o peito materno. A técnica é recomendada principalmente em bebês prematuros e também pode ser utilizada pelo pai, como destaca a palestrante Denise Morsch.

“A posição pele a pele ajuda na estabilização de temperatura, respiração e todo o processo circulatório e cardíaco. Então, quanto mais cedo o bebê puder ir pra posição pele a pele, mais ele vai ficar protegido. Principalmente para os bebês pré-termo. A posição pele a pele torna a amamentação desse bebê mais rápida e mais eficaz. E se a mãe tiver algo que a impeça, o pai pode realizar isso desde a sala de parto”, acrescenta.

A amamentação é recomendada por dois anos ou mais e de forma exclusiva até os seis meses, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS) e o Ministério da Saúde.

O nutricionista e integrante da equipe de Promoção da Amamentação e Alimentação Complementar Saudável SES, Rodrigo Carvalho ressalta a importância da amamentação para o desenvolvimento do bebê e para a saúde das mulheres que amamentam. “A amamentação é importante para a saúde do bebê, da mulher e da pessoa que amamenta pelos seus inúmeros benefícios, podendo salvar cerca de 800 mil crianças menores de cinco anos de mortes ocasionadas por infecções e 20 mil mulheres de mortes ocasionadas por câncer de mama, todos os anos”, comenta.

O curso ficará disponível no canal da Escola Pública de Saúde do Estado de Mato. Veja em anexo a programação da Semana Mato-Grossense de Doação, Proteção e Sensibilização da Amamentação.

Parcerias em prol da amamentação

Em Mato Grosso, a SES coordena as estratégias de implementação do Método Canguru, da Rede Mato-grossense de Bancos de Leite Humano e do monitoramento da Norma Brasileira de Comercialização de Alimentos para Lactentes e Crianças de Primeira Infância, Bicos, Chupetas e Mamadeiras (NBCAL). A ação ocorre juntamente com o Centro de Referência Estadual do Método Canguru, do Hospital Beneficente Santa Helena, o Centro de Referência Estadual da Rede Mato-grossense de Bancos de Leite Humano, do Hospital Geral, com a Faculdade de Nutrição da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) e a Rede IBFAN Brasil.

Por: Ana Lazarini e Arielly Barth | SES-MT

Possui experiência em produção textual e, atualmente, dedica-se à redação do CenárioMT produzindo conteúdo sobre a região norte de Mato Grosso.