Rondonópolis exporta U$ 2,7 bi em 2023

Fonte: CENÁRIOMT

PIB avança e Rondonópolis passa a ser a 6ª maior economia do Centro-Oeste e 78ª do Brasil
PIB avança e Rondonópolis passa a ser a 6ª maior economia do Centro-Oeste e 78ª do Brasil

Rondonópolis alcança U$ 2.778,52 bilhões exportados em 2023. Com esse montante, a cidade é a maior exportadora de Mato Grosso e a 16ª do Brasil entre janeiro e novembro. Os dados foram divulgados pelo Ministério da Indústria e Comércio Exterior.

Somente em novembro, os dados apontam que Rondonópolis exportou U$ 280 milhões, valor 33,9% maior em comparação com o mesmo mês de 2022.

Em relação ao volume de importações, em novembro, a cidade importou um total U$ 93,4 milhões, 33,3% menos que no mesmo período do ano passado. Assim, entre janeiro e novembro de 2023, a cidade chegou a U$ 1.026,2 bilhão em importações, o que põe o Município como o maior importador do Estado e 47º do país.

Com as exportações chegando a U$ 2.778,52 bilhões no ano, e, as importações somando U$ 1.026,2 bilhão, Rondonópolis mantém um superávit de U$ 1.752,32 no período.

[Continua depois da Publicidade]

Enquanto que o total exportado pela cidade em 2023 representou 10,2% das exportações de Mato Grosso e 0,9% da brasileira, as importações representaram 34,8% de tudo que foi importado no Estado e 0,5% pelo Brasil.

Os dados apontam ainda que houve queda de 0,6% no total exportado por Rondonópolis neste ano com relação a 2022, e redução de 56,4% no total das importações.

A torta e outros resíduos da extração do óleo de soja foi o principal produto exportado por Rondonópolis entre janeiro e novembro deste ano. A cidade exportou U$ 1,39 bilhão do produto, o que representou 50% do total das exportações no período, aumento de 3,4% com relação ao ano passado.

Além deste, a soja em grãos ou triturada manteve destaque entre os produtos exportados em 2023. Com um total de U$ 715 milhões exportados, o produto representou 26% do total das exportações.

Ainda com participação entre os produtos exportados estão o milho, representando 11% das exportações de Rondonópolis, seguido do algodão, 4,6%, e da carne bovina, 4,2%.

Já entre os produtos de destaque nas importações estão os fertilizantes potássicos, que representaram 43% do total das importações de Rondonópolis no período, seguido dos fertilizantes azotados, 22%, e dos fertilizantes compostos (22%).

Em 2023, o mercado asiático foi o maior comprador dos produtos provenientes de Rondonópolis. A China foi o país que recebeu o maior montante das exportações entre janeiro e novembro. Para o país foram exportados U$ 902 milhões, valor que representa 32,5% das exportações da cidade no período.

Ainda com participação importante, a Tailândia foi o segundo principal destino das exportações locais. Somando U$ 564 milhões, as exportações para o país asiático representaram 20,3% do total exportado por Rondonópolis.

Por outro lado, as importações vieram principalmente da Rússia e do Canadá. Do país europeu, foram importados em 2023 um total de U$ 194 milhões, 18,6% do total das importações locais no período. Já do Canadá, o montante das importações somou U$ 187 milhões, 18,3% do total das importações da cidade.

Redatora do portal CenárioMT, escreve diariamente as principais notícias que movimentam o cotidiano das cidades de Mato Grosso. Já trabalhou em Rádio Jornal (site e redação).