Programa voltado à saúde mental atinge 2,5 mil servidores e identifica casos em estágio grave

A plataforma online disponível no site da Prefeitura de Cuiabá atenderá mais de 7 mil servidores da linha de frente no combate ao novo coronavírus

Fonte: CenarioMT

2020 06 21 18:48:22
Sicom

Normal
0

21

false
false
false

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

PT-BR
X-NONE
X-NONE

/* Style Definitions */
table.MsoNormalTable
{mso-style-name:”Tabela normal”;
mso-tstyle-rowband-size:0;
mso-tstyle-colband-size:0;
mso-style-noshow:yes;
mso-style-priority:99;
mso-style-parent:””;
mso-padding-alt:0cm 5.4pt 0cm 5.4pt;
mso-para-margin-top:0cm;
mso-para-margin-right:0cm;
mso-para-margin-bottom:10.0pt;
mso-para-margin-left:0cm;
line-height:115%;
mso-pagination:widow-orphan;
font-size:11.0pt;
font-family:”Calibri”,”sans-serif”;
mso-ascii-font-family:Calibri;
mso-ascii-theme-font:minor-latin;
mso-hansi-font-family:Calibri;
mso-hansi-theme-font:minor-latin;
mso-bidi-font-family:”Times New Roman”;
mso-bidi-theme-font:minor-bidi;
mso-fareast-language:EN-US;}

O balanço do Programa ‘Cuidando de Quem Cuida da Gente’ atingiu, até o momento, em torno de 2,5 mil servidores, conforme o levantamento feito pela Prefeitura de Cuiabá, nesta semana, que completa um mês desde o lançamento da plataforma online destinada aos cuidados da saúde mental dos profissionais de saúde e assistência social atuantes na linha de frente do combate do COVID-19.

As informações levantadas pela equipe técnica ainda apontam mais de 300 atendimentos direto (fase 2), muitos destes sem a necessidade da etapa de vídeos, encontrada na plataforma (fase 1), devido ao grande número de servidores com a saúde mental bastante debilitada.

“Encontramos pessoas com o nível de estresse e de ansiedade muito alto. Pessoas angustiadas, com o nível de medo super alto e isso tem impactado de uma maneira ampla, em todas as áreas da vida deles, não só na profissional, mas na familiar, no relacionamento.”, avaliou o responsável técnico pelo programa, psiquiatra, Dr. André Dualibi.

Ele ainda aponta que muito desses profissionais já apresentam Transtorno de Estresse Agudo (TEA) e a atuação diante desse panorama é prestar atendimento para não desencadear o Transtorno de Estresse Pós-Traumático, que tem maior gravidade e comprometimento em todas as áreas da vida da pessoa.

Para a primeira-dama de Cuiabá, Márcia Pinheiro, que desenho o programa com base no alerta da Organização Mundial da Saúde, era de conhecimento a necessidade de atenção especial à saúde mental dos profissionais que estão na linha de frente contra o novo coronavírus, entretanto a realidade encontra é alarmante.

“Nós sabíamos dessa necessidade para com eles, porém o que encontramos e estamos nos deparamos é realmente alarmante. Mas, por outro lado, ficamos tranquilos porque a plataforma chegou no momento certo, temos profissionais gabaritado como o Dr. Dualibi e estamos preparados para oferecer toda a assitência para nossos profissionais que são guerreiros e heróis nesse momento histórico que estamos vivendo”, disse.

Programa

A plataforma online disponível no site da Prefeitura de Cuiabá atenderá mais de 7 mil servidores da linha de frente no combate ao novo coronavírus, sendo profissionais de saúde e assistência Social.

São mais de 4.800 sessões de terapia e acolhimento psicoterápico individual. Cada servidor terá acesso, em média, a 12 sessões de atendimento especializado com duração de 50 minutos.

Os casos identificados com o grau elevado serão encaminhados para a avaliação com a equipe psiquiatra objetivando acompanhamento e intervenção da crise.