26.5 C
Lucas do Rio Verde
domingo, 07 agosto, 2022
Publicidade
InícioCENÁRIO POLÍTICOGOV-MTOficina ressalta importância da integração entre Atenção Primária e Ambulatorial

Oficina ressalta importância da integração entre Atenção Primária e Ambulatorial

Texto por REDAÇÃO CENÁRIOMT

Entre os dias 21 e 23 de novembro, a Escola de Saúde Pública de Mato Grosso (ESP/MT) está sendo palco da Oficina “Mãe” Redes de Atenção à Saúde: Integração entre Atenção Primária e Atenção Ambulatorial Especializada. A abertura oficial do evento, ocorrida na manhã desta quinta-feira (22), contou com a presença de representantes do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (CONASS) e da Sociedade Beneficente Israelita Hospital Albert Einstein.

O encontro reúne dirigentes e técnicos estaduais e regionais de saúde; gestores municipais membros do Conselho das Secretarias Municipais de Saúde de Mato Grosso (COSEMS/MT); Instituições de ensino e pesquisa da UFMT, representantes do Núcleo Estadual do Ministério da Saúde/MT; Conselho Estadual de Saúde e representantes sociais.

O foco do evento é debater a necessidade e também a urgência em aperfeiçoar os resultados no sistema de atenção à saúde para atender as necessidades da população, bem como integrar as ações da Atenção Primária à Saúde (APS) e Atenção Ambulatorial Especializada. Em razão disto, foi de extrema importância a participação dos representantes do CONASS e do Albert Einstein.

A “Planificação da Atenção à Saúde” vem sendo desenvolvida desde 2007 pelo CONASS, e é uma proposta que vai além de uma simples capacitação, pois propicia o desenvolvimento da APS nos territórios, por meio de mudanças efetivas na atitude e nos processos de trabalho dos profissionais que compõem as equipes assistenciais e de gestão.

Marcio Paresque, representante presente da Sociedade Beneficente Israelita Hospital Albert Einstein, explanou sobre a “Planificação da Atenção à Saúde”, um instrumento de gestão e organização da entre Atenção Primária e Atenção Ambulatorial Especializada nas Redes de Atenção à Saúde, e também explicou que a instituição é a condutora da etapa que estará sendo implantada no estado.

“Todos os estados que buscaram o CONASS, que é quem detém a expertise da metodologia da planificação, e manifestaram o interesse em estar executando a projeto, tiveram a sinalização de que seríamos nós da instituição Einstein os executores desta etapa, que é exatamente essa da organização da Atenção Ambulatorial Especializada integrada com a Atenção Primária”, explicou.

A Planificação tem um objetivo que é bem mais amplo, que é de fato organizar a Rede de Atenção à Saúde como um todo e que vai além do ambulatorial e da atenção primária. “Então o CONASS continua como executante da Planificação, porém em uma etapa que é posterior a nossa, e dando continuidade em outras regiões nas quais eles já começaram”, comentou Paresque. Ele também ressaltou a importância das oficinas tutoriais. “São elas que impulsionarão os processos de mudança, por estarem trabalhando diretamente com os atores-protagonistas nesse processo de mudança, que são os profissionais que estão na ponta, então ele tem essa potencialidade”.

Para Marcio, independentemente do processo de mudança na gestão, os que permanecem enquanto gestão estadual são responsáveis por provocar e intensionar que este é um desejo deste estado. ”Vocês estão um passo a frente. E vocês serão os executores, facilitadores das futuras oficinas que serão realizadas, nós seremos apenas os disparadores dessa metodologia”, finalizou.

Logo após a explanação do representante do Einstein, o consultor do CONASS, Eugênio Vilaça Mendes, conduziu uma conferência magna com o tema “Integração da Atenção Primária à Saúde e Atenção Ambulatorial Especializada nas Redes de Atenção à Saúde”, abrindo logo após um debate, visando esclarecer as dúvidas dos presentes acerca do tema e da Planificação, fechando o evento pela manhã. Durante a tarde, atividades que envolvem discussão acerca do tema principal, dinâmicas e uma avaliação encerram mais um dia da oficina.

Nesta sexta-feira (23), a programação vai até o meio-dia. As atividades envolvem trabalhos em grupo, debates, e painéis em que será discutida a Organização da Atenção Ambulatorial da Atenção Ambulatorial Especializada nas Redes de Atenção à Saúde. No encerramento será feita a avaliação da oficina.

Rebeca Moraes
Rebeca Moraeshttps://www.cenariomt.com.br
Redatora do portal CenárioMT, escreve diariamente as principais notícias que movimentam o cotidiano das cidades de Mato Grosso.

Publicidade


Publicidade

Lucas do Rio Verde

ELEIÇÕES 2022
Vereadores de Lucas do Rio Verde confirmam candidaturas a ALMT e à Câmara Federal
agosto 07, 2022
Lucas do Rio Verde
Francisco Lucas é homenageado nos 34 anos de emancipação de Lucas do Rio Verde
agosto 07, 2022
EM LUCAS DO RIO VERDE
Raça Negra embala madrugada luverdense no penúltimo dia da Expolucas 2022
agosto 07, 2022
R$ 10 MIL
Três pessoas dividem prêmio da penúltima noite da Expolucas 2022
agosto 07, 2022