32.2 C
Lucas do Rio Verde
quarta-feira, 29 junho, 2022
Publicidade
InícioMATO GROSSOMato Grosso registrou aumento de 210% nas prisões por embriaguez ao volante

Mato Grosso registrou aumento de 210% nas prisões por embriaguez ao volante

O número de multas também foi superior, sendo 48% a mais que em relação a 2019. Foram 57.754 no ano passado e, em 2019, 34.337
CenárioMT

Mesmo sendo um ano atípico, com restrições das atividades produtivas e isolamento social, em 2020, o Batalhão de Polícia Militar de Trânsito Rodoviário e Urbano de Mato Grosso teve muito trabalho na fiscalização das rodovias estaduais e vias urbanas.

De acordo com o relatório anual de produtividade, divulgado nesta sexta-feira (08.01), em 2020, a unidade militar prendeu 289 motoristas por embriaguez, um aumento de 210% em relação ao índice de 2019, ano em que 93 condutores foram flagrados bêbados.

O dado curioso, segundo o comandante do Batalhão, tenente-coronel Adão César Rodrigues, foi que em 2019, mais motoristas fizeram o teste de alcoolemia, 14.491. Enquanto em 2020, foram 10.009 exames de bafômetro realizados. Ele explica que entre março e outubro do ano passado, as blitze e Operações Lei Seca foram suspensas para evitar aglomerações, mas as fiscalizações continuaram.

“Infelizmente, o condutor que não tem educação no trânsito e não se preocupa com o pedestre, com outros condutores, só sente quando é abordado, preso, atuado e multado”, lamenta o comandante.

O número de multas também foi superior em 2020, em relação a 2019. Foram 48% as mais: 57.754, sendo 27.006 em vias urbanas e 23.748 em rodovias estaduais. Já em 2019, foram 34.337, 17.175 urbanas e 17.162 em rodovias.

As autuações administrativas por alcoolemia em 2020 foram 865. Esses são os casos em que não caracteriza a embriaguez, porém o exame aponta índice de álcool entre 0,05 e 0,33 miligramas de álcool por litro de ar expedido. Nessa situação o condutor é multado, tem a documentação apreendida, porém não é preso.

Já os que são presos (artigo 306), sofrem a autuação em flagrante na delegacia por crime de embriaguez, são multados em R$ 2.934,70, tem a suspensão do direito de dirigir por 12 meses, precisam pagar fiança para serem liberados, entre outras implicações.

A estatística do ano passado aponta ainda a apreensão de 833 carteiras de habilitação (CNH), 3.190 certificados de licença veicular (CRLV) recolhidos, 1.208 veículos removidos, sendo 912 dentro das cidades e 296 em rodovias.

© CenárioMThttps://www.cenariomt.com.br
CenárioMT - Publicamos notícias diariamente no portal!

Publicidade


Publicidade

Lucas do Rio Verde

EDUCAÇÃO
Nova diretoria do Sintep de Lucas é empossada em cerimônia festiva
junho 29, 2022
GOLPE DA FACÇÃO
Polícia Civil orienta população de Lucas do Rio Verde sobre golpe da “facção”
junho 29, 2022
Lucas do Rio Verde
Gestão Municipal apresenta aos vereadores de Lucas do Rio Verde projeto de terrenos populares
junho 29, 2022
DE OLHO NA COPA DO BRASIL E SÉRIE D
Luverdense segue montando elenco e promete time competitivo na Copa FMF
junho 29, 2022