Programa “Ser Luverdense Habitação” se consolida como política pública efetiva

Subsídios promovem acesso à moradia para a população de baixa renda em LRV

Fonte: Ascom Prefeitura/Olga Kunze

(Foto: Ascom Prefeitura/Andrew Aragão)
(Foto: Ascom Prefeitura/Andrew Aragão)

Em Lucas do Rio Verde a questão da habitação é uma das principais prioridades da atual Administração Municipal. Nesse sentido, a Prefeitura criou, em 2023, o programa “Ser Luverdense Habitação” que, aliado ao Fundo de Habitação e ao Conselho Municipal de Habitação, se consolida como política pública determinante para enfrentar o desafio de acesso à moradia, oferecendo recursos financeiros através de subsídios voltados à população de baixa renda.

“Além da realização de um sonho, a oportunidade de cuidar melhor das nossas crianças, oferecendo qualidade de vida às famílias do nosso município.

Foi pensando nisso que buscamos criar o “Ser Luverdense Habitação”, justamente porque essa é uma demanda diária e precisamos pensar nas pessoas. Ficamos muito felizes em poder avançar sempre mais e os resultados começaram a surgir. Isso mostra que, com comprometimento e vontade, é possível fazer”, enfatizou a primeira-dama e secretária municipal de Assistência Social e Habitação, Janice Ribeiro.

O “Ser Luverdense Habitação”, criado em 2023 através da Lei Municipal Nº 3.634, tem a finalidade de manter investimentos em habitação de maneira permanente, podendo aportar recursos financeiros de até R$ 10 mil por unidade habitacional. É um complemento do Município, podendo somar junto aos programas “Minha Casa Minha Vida” (Governo Federal) e “Ser Família Habitação” (Governo Estadual). Além disso, visa proporcionar o desenvolvimento econômico do município, garantir o direito à moradia, gerar emprego e renda, melhorar as condições de habitabilidade e de qualificação dos espaços urbanos, promovendo qualidade de vida à população luverdense.

“Esse programa foi criado justamente para que a habitação tenha sempre investimentos, até porque a demanda é crescente. Isso significa projetar e pensar Lucas do Rio Verde para daqui 10, 20 anos. É preciso investir de forma permanente em habitação, independentemente de mandato. Pensar a habitação como investimento e de forma sustentável!”, ressaltou o prefeito de Lucas do Rio Verde, Miguel Vaz.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Oportunidades e ações habitacionais

Ao todo, as ações contemplam mais de 4 mil oportunidades de moradia com projetos habitacionais em Lucas do Rio Verde. São 50 casas em construção, em parceria com o Governo do Estado; 1.536 apartamentos do “Condomínio Águas do Cerrado”; mais 2.000 casas que serão construídas próximo bairro Jaime Seiti Fujii; 350 casas entregues do Residencial Vida nova II e cerca de 300 lotes do “Projeto Sonho Meu”, no qual a primeira etapa foi entregue em maio de 2024.

CenárioMT - Publicamos notícias diariamente no portal! Notícias em primeira-mão e informações de bastidores sobre o que acontece em Mato Grosso.