Prefeitura de Lucas do Rio Verde participa da coleta de lixo eletrônico com o Rotary e parceiros

A atividade realizada anualmente visa arrecadar fundos para o Hospital de Câncer de Mato Grosso

Fonte: Redação CenárioMT com Assessoria

prefeitura de lucas do rio verde participa da coleta de lixo eletronico com o rotary e parceiros
Rotary

A Prefeitura de Lucas do Rio Verde participou de mais uma edição da campanha de coleta do lixo eletrônico, realizada anualmente pelo Rotary Club. O objetivo da ação é recolher o material reciclável eletrônico no município e destinar o valor arrecadado com a venda para o Hospital de Câncer de Mato Grosso (HcanMT).

Uma roda de conversa foi realizada entre os participantes e voluntários presentes para discutir o assunto. O presidente do Rotary Club, Marcos Purquério, ressaltou a importância do projeto e do descarte correto desses materiais eletrônicos.

“É um projeto que atende a área econômica e ambiental. O nosso foco principal é a destinação correta desses materiais, que muitas vezes são descartados em locais incorretos, e transformá-los em dinheiro para ajudar a quem precisa, que são os pacientes em tratamento. São tratamentos caros e maioria das pessoas são sensíveis, sem recursos e ficam fora de casa por muito tempo”, explicou Marcos.

O vice-prefeito, Marcio Pandolfi, esteve presente no encontro e reforçou a importância de conscientizar também as crianças sobre o assunto e a ideia de se construir um conselho de sustentabilidade.

“A coleta do lixo eletrônico é um assunto que deve ser abordado desde cedo nas unidades escolares, para conscientizar a nova geração e ampliar para a sociedade o passo a passo desse trabalho, como o lixo é recolhido, onde pode ser depositado, para onde é levado, incentivando ainda mais a participação dos luverdenses nesse processo. A ideia é construir um conselho de sustentabilidade, onde seja possível discutir políticas públicas de reciclagem, de coleta, não só dos lixos eletrônicos, mas também dos outros poluentes que a comunidade produz diariamente”, pontuou o vice-prefeito.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Mais de R$ 190 mil reais já foram arrecadados durante as atividades e destinados para o Hospital de Câncer de Mato Grosso (HcanMT). Em 2022, até o mês de julho, foram coletadas 43 toneladas de lixo eletrônico no município.

Para o secretário de Agricultura e Meio Ambiente, Paulo Nunes, a conscientização ambiental deve ser contínua, para evitar, principalmente, que os resíduos descartados em locais inapropriados, impactem na saúde pública e gerem danos ao meio ambiente.

O encerramento da campanha foi realizado no último sábado (27), durante o Dia C “Dia de Cooperar”, e, além da Prefeitura, contou com a presença dos parceiros ambientais: Legislativo, Saae, e das empresas Martinello, Sicredi e Carvalima.

Quem deseja fazer o descarte de materiais, basta levá-los em um dos pontos de coleta: Câmara de Lucas do Rio Verde (Cidade Nova), Sicredi Ouro Verde (Jardim das Palmeiras, Centro e Parque das Emas), Lojas Martinello (Alvorada e Menino Deus), Universo Radiadores (Bandeirantes), Centro Oeste Implementos Agrícolas (Bandeirantes), Sette Artigos para Piscinas (Menino Deus) e Sette Produtos de Limpeza (Industrial).

São considerados lixos eletrônicos: descartes de computadores, impressoras, eletroeletrônicos, celulares, eletrodomésticos, lâmpadas, pilhas, entre outros.

Atualmente, trabalha na equipe do portal CenárioMT, produzindo conteúdo sobre economia, esportes e direitos da população brasileira, gosta de assistir séries, filmes de ação e de videogames. Editor também em conteúdos regionais, sempre atento as tendências que o internauta procura para ficar bem informado.