Mato Grosso terá a primeira ferrovia construída no regime de autorização do Brasil

O senador Wellington Fagundes (PL-MT), anunciou a aprovação da obra de construção da ferrovia que vai de Rondonópolis ao Norte do Mato Grosso e ressaltou a importância do compromisso com a fiscalização da responsabilidade social e ambiental da empresa responsável pela obra. A ferrovia será construída sob o modelo de autorização, sem a necessidade de leilão.

Fonte: CENÁRIOMT

ferrovia
A OBRA SERÁ REALIZADA EM MATO GROSSO E VAI LIGAR RONDONÓPOLIS A LUCAS DO RIO VERDE, PASSANDO POR CUIABÁ.

O senador Wellington Fagundes, do PL, anunciou a aprovação por unanimidade pela Assembleia Legislativa de Mato Grosso da construção da ferrovia que ligará Rondonópolis até Lucas do Rio Verde.

O modelo de autorização dispensa o leilão dos trechos. O parlamentar ressaltou a necessidade de fiscalização e cobrança sobre a empresa Rumo, encarregada da construção.

E afirmou que a compensação ambiental e social será de responsabilidade da construtora: “A primeira ferrovia por autorização do Brasil. E, olha, foi aprovada por unanimidade. O Governador Mauro fez a sua regulamentação e o chamamento. E já temos agora definido o avanço da ferrovia de Rondonópolis, Cuiabá, até o Nortão de Mato Grosso. Deve acontecer esse ato agora no próximo dia 17. E lá estaremos, claro. Queremos o avanço da ferrovia, mas, Deputada Janaina, também já estamos aqui cobrando, de público, a responsabilidade da compensação social e ambiental por parte da empresa Rumo De acordo com Welligton Fagundes, aproximadamente R$ 500 milhões foram aprovados para dar continuidade ao andamento da obra“.

De acordo com Wellington, já são quase R$ 500 milhões de recursos de investimento, com subsídio, aprovados para a construção da ferrovia. O parlamentar afirmou que vai cobrar “essa responsabilidade” da empresa. A empresa Rumo Logística, encarregada da obra, tem que ter compromisso com a cidade e com a região, apontou:

— Uma empresa que chega com um compromisso social e de desenvolvimento regional. Nós já estamos aqui adiantando para que a empresa Rumo, ao chegar em Rondonópolis e dizer que vai fazer o lançamento, diga qual é o projeto de desenvolvimento regional e qual é o projeto de desenvolvimento social que terá com esses investimentos a serem feitos.

 

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
CenárioMT - Publicamos notícias diariamente no portal! Notícias em primeira-mão e informações de bastidores sobre o que acontece em Mato Grosso.