19.9 C
Lucas do Rio Verde
sábado, 15 maio, 2021
InícioMATO GROSSOLUCAS DO RIO VERDECom período longo de campanha, Lucas inicia vacinação contra gripe em grupos...

Com período longo de campanha, Lucas inicia vacinação contra gripe em grupos prioritários

Campanha começa nesta quarta-feira e se estende até 9 de julho, sem a previsão de realizar o chamado dia ‘D’ para evitar aglomerações
Por Da Redação

Começa nesta quarta-feira (14) a Campanha de Vacinação contra a Influenza (gripe) em Lucas do Rio Verde. Em razão da pandemia, o período de vacinação será estendido em relação à campanha de anos anteriores no país. A previsão é concluir a vacinação em 9 de julho.

A campanha será desenvolvida por grupos prioritários. Os primeiros a serem vacinados na primeira etapa são os profissionais de saúde, gestantes, puérperas e crianças de 6 meses a menores de 6 anos. “Nesta primeira etapa, que termina em 10 de maio, não vão estar contemplados os idosos. Isso é uma estratégia do Ministério da Saúde, para fazer com que esses idosos tomem a vacina contra a covid”, explicou Márcia Trentin, enfermeira da Secretaria Municipal de Saúde.

Trentin chama a atenção para que não haja a aplicação das duas vacinas num prazo menor que 14 dias. “Não pode ser tomada em conjunto com a vacina da influenza”, alerta.

Outro alerta feito por Márcia é que as pessoas que testaram positivo para covid-19 têm que aguardar pelo menos 30 dias para tomar a vacina da influenza.

Segunda etapa

A partir de 11 de maio, quando inicia a segunda etapa da campanha de vacinação, serão vacinados idosos, com idades acima de 60 anos, e professores.

Na etapa seguinte, que será iniciada em 9 de junho, serão vacinados pessoas com comorbidades, portadoras de deficiência, caminhoneiros ou que trabalham com transporte, reeducandos e agentes de segurança e salvamento.

“Vai ser uma campanha extensa. Todas as unidades de saúde têm a vacina. Frisando que o PSF 4, no Alvorada, está com especialidade, então não tem a vacina, bem como o Rio Verde, que está sendo Pronto Atendimento”, explicou.

Doses de vacina

A enfermeira informou que a previsão é que as remessas de vacina sejam encaminhadas semanalmente ao município. Só na primeira etapa, que vai vacinar crianças, serão cerca de 2,7 mil doses. “É uma quantidade suficiente pra gente iniciar”, declarou.

Márcia Trentin destacou que os sintomas da influenza e covid-19 se assemelham e por isso a necessidade de imunização contra a gripe. Com isso, surgindo sintomas, os pacientes podem iniciar de imediato tratamento contra a covid-19.

Dia D

Em razão das medidas preventivas contra o coronavírus, a adoção do chamado ‘Dia D’ não é cogitada, a não ser que haja necessidade de intensificar a aplicação de doses. Realizar o Dia D levaria a provocar algum tipo de aglomeração. “Vamos vacinando, ver se conseguimos atingir a meta, que é de 90% de cada população–alvo. E se atingirmos a meta durante a campanha, que é extensa, não vamos fazer Dia D. Caso a gente verifique que tenha alguma população-alvo que não conseguimos a meta, vamos pensar no Dia D, sim”, destacou.


- Publicidade -

Últimas no CenárioMT

Lucas do Rio Verde

POLÍCIA
Morador de Lucas do Rio Verde cai em golpe e tem prejuízo de mais de R$ 25 mil
maio 14, 2021
SAÚDE
Lucas do Rio Verde é 2º na classificação regional e sobe para 41º no ranking estadual em vacinação contra Covid-19
maio 14, 2021