Levantamento mostra que preço médio do etanol caiu 1,60% em MT durante a semana

Fonte: CenárioMT

etanol
A alíquota mato-grossense de ICMS sobre o etanol é a menor do país - Foto por: Tchélo Figueiredo - SECOM/MT

Segundo dados da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), os preços médios do etanol hidratado apresentaram aumento em 17 estados brasileiros e no Distrito Federal, enquanto caíram em 5 estados e permaneceram estáveis em 4 nesta semana. Mato Grosso é o Estado com maior queda no percentual, conforme levantamento da ANP.

De acordo com a pesquisa realizada nos postos em todo o país, o preço médio do etanol teve um aumento de 1,67% em relação à semana anterior, passando de R$ 3,59 para R$ 3,65 por litro.

Em São Paulo, a cotação média do etanol subiu de R$ 3,43 para R$ 3,48. O Distrito Federal registrou a maior alta percentual na semana, com um aumento de 6,27%, elevando o preço do litro de R$ 3,51 para R$ 3,73. Por outro lado, a maior queda percentual foi observada em Mato Grosso, onde o preço caiu 1,60%, passando de R$ 3,12 para R$ 3,07 por litro.

O preço mínimo registrado na semana para o etanol foi de R$ 2,79 por litro, em Mato Grosso, enquanto o máximo atingiu R$ 5,99 por litro, no Rio Grande do Sul. No cenário estadual, Mato Grosso apresentou o menor preço médio, R$ 3,07 por litro, e o maior foi observado no Amapá, com R$ 4,94 por litro.

Na comparação mensal, o preço médio do etanol no país teve um aumento de 1,96%, chegando a R$ 3,65 por litro. O Rio Grande do Norte registrou a maior alta no período, com 15,84%, enquanto Mato Grosso apresentou a maior queda, de 3,46%.

Etanol competitivo em MT

Quanto à competitividade em relação à gasolina, o etanol foi mais vantajoso em 11 estados e no Distrito Federal nesta semana, com uma média nacional de paridade de 63,37%. Em alguns estados, como Mato Grosso, o etanol apresentou uma paridade menor que a média, tornando-se mais competitivo mesmo com uma paridade superior a 70%, dependendo do veículo em que é utilizado.

Nos estados onde o etanol foi mais competitivo em relação à gasolina estão Acre, Amazonas, Espírito Santo, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro, São Paulo, Tocantins e no Distrito Federal. Nos demais estados, abastecer com gasolina continua sendo mais vantajoso.

É formado em Jornalismo. Possui experiência em produção textual e, atualmente, dedica-se à redação do CenárioMT produzindo conteúdo sobre política, economia e esporte regional.