Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste libera mais de R$ 457 milhões

Os pequenos produtores foram os mais beneficiados, com 39%, seguido dos médios, com 17%

0

Para uma maior produtividade na agropecuária, mais de R$ 14 bilhões foram programados para se investir no país, de acordo com o Banco Central do Brasil (Bacen). Destes, 12,69% – o equivalente a R$ 1,79 bilhão – para o Estado de Mato Grosso.

As linhas de financiamento do Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste (FCO), foram responsáveis pela distribuição de mais de R$ 457 milhões em cartas para Mato Grosso, nos primeiros quatro meses de 2020.

O programa tem como objetivo conceder créditos para que produtores rurais possam trabalhar, garantindo uma maior produtividade e gerando empregos.

Os empréstimos de até R$ 100 mil foram os maiores com 31% dos pedidos, enquanto que os de R$ 200 mil a R$ 500 mil tiveram 25% e os de acima de R$ 1 milhão tiveram 11%, sendo a menor das operações.

Os maiores investimentos dos programas foram em máquinas e equipamentos (37,08%), bovinos de cortes (26,28%), correção de solos (11,36%) e reforma de pastagens (8,39%).

Dentre os beneficiados, os pequenos produtores (receita anual de R$360 mil a R$4,8 milhões) corresponderam ao maior número, com 39%, seguido dos pequenos médios (de R$4,8 milhões a R$16 milhões), com 37%, dos médios (de R$16 milhões a R$ 90 milhões) com 17%, mini produtor (até R$360 mil) com 6% e o grande produtor (acima de R$ 90 milhões).

Leia também: Previsões para o horóscopo do dia de hoje (04/08/2020)


Amazonia 03 de Junho