31.2 C
Lucas do Rio Verde
sexta-feira, 04 dezembro, 2020
Início MATO GROSSO Fronteira entre Bolívia e MT deve ser fechada no sábado; estudantes precisam...

Fronteira entre Bolívia e MT deve ser fechada no sábado; estudantes precisam obedecer toque de recolher

Por OLHAR DIRETO

A partir da tarde de sábado, a fronteira do Brasil com a Bolívia será fechada. A medida foi anunciada pela presidente interina do país, Jeanine Áñez, e vale até 31 de março. Na tarde de quarta, o ministro da Justiça Sérgio Moro disse que já tratou do tema por videoconferência com as demais nações do Mercosul (grupo formado por Argentina, Brasil, Paraguai e Uruguai), que já adotaram medidas para barrar a entrada de brasileiros e estrangeiros de outras nações nos seus territórios. O plano é para evitar a proliferação do coronavírus na América do Sul.

O prefeito de San Mathias, Alcaide Fabio Lopes, disse que por enquanto os estudantes do Brasil que estão na cidade boliviana foram liberados para voltar ao Brasil, porém, existe um toque de recolher que começa nesta quinta-feira (19), que no período das 17h às 05h ninguém está liberado a cruzar a fronteiras dos países.

“Nesse período nada funciona e a população precisa ficar dentro de suas casas. Essa medida é para o público em geral na noite. A partir de sábado a fronteira deve ser fechada totalmente. Estamos aguardando decreto oficial para saber se teremos mais coisas a cumprir”, disse o prefeito.

Atualmente, seis mil estudantes brasileiros fazem curso de medicina na Bolívia, na cidade de Sant Cruz de La Sierra. Em San Mathias, o fluxo de veículos aumentou muito, principalmente em ônibus. Ao chegar na rodoviária, eles passam por exames médicos principalmente para medir a temperatura. Se for confirmada febre, o passageiro é encaminhado ao hospital imediatamente e não é permitido cruzar a fronteira.

Questionado sobre medidas a serem tomadas para inibir entrada de estrangeiros pela frontiera, o governador de Mato Grosso, Mauro Mendes (DEM), disse que essa decisão não compete a ele. “Isso é uma decisão que precisa partir do Governo Federal”, resumiu o governador.

Por enquanto, a única fronteira interditada é a entre o Brasil e a Venezuela, na cidade de Pacaraima (RR). A decisão do governo federal foi publicada no Diário Oficial da União desta quarta-feira. Segundo a portaria, a divisa entre os dois países ficará fechada parcialmente por um período de 15 dias, que pode ser prorrogado caso haja uma recomendação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Avisa).

Durante este tempo, estrangeiros oriundos da Venezuela terão o acesso “por rodovias ou meios terrestres” restringido. A medida não será aplicada nos casos de: brasileiros natos ou naturalizados; imigrantes com prévia autorização de residência definitiva em território brasileiro; profissionais estrangeiros em missão a serviço de organismo internacional, desde que devidamente identificados; e funcionários estrangeiros acreditados junto ao governo brasileiro. Quem descumprir a portaria pode ser deportado imediatamente e ser impedido de pedir refúgio no Brasil.



Dayelle Ribeirohttps://www.cenariomt.com.br
Redatora do portal CenárioMT
- Publicidade -

Últimas

Preço do etanol dispara na capital de Mato Grosso

Após sucessivos aumentos no preço do Etanol em Mato Grosso, que começaram a partir de setembro, quando ainda era possível encontrar o litro do...

Chuva vai derrubar temperatura em 10 graus em Cuiabá

O calorão típico de  40 graus dará uma trégua neste fim de semana em Cuiabá. Segundo previsão do Clima Tempo, as temperaturas vão cair...

Grande confraternização marca encerramento das atividades dos projetos da Assistência Social

Uma grande confraternização marcou o encerramento das atividades da Secretaria Assistência Social de Várzea Grande, nessa quinta-feira, 03 de dezembro. O evento, recheado de...

Rondonópolis: Saúde faz mutirões de cirurgias oftalmológicas

Com o objetivo de reduzir a demanda por cirurgias oftalmológicas em Rondonópolis, a Secretaria Municipal de Saúde realiza nos próximos dias 18 (sexta-feira) e...