Fazendeiro é preso por incêndio florestal em Mato Grosso

Fonte: CENÁRIOMT

Incêndio no Pantanal de Mato Grosso começou há cerca de 10 meses
Incêndio no Pantanal de Mato Grosso começou há cerca de 10 meses FOTO: TVCA/Reprodução

Um fazendeiro foi preso após a polícia detectar um incêndio florestal em sua propriedade, localizada no município de Itiquira-Mato Grosso. A prisão foi resultado de uma denúncia formalizada pela 1ª Promotoria de Justiça da Comarca de Itiquira, após um alerta da plataforma Global Forest Watch, que identificou focos de calor e incêndios ativos na propriedade de Taniguti. A informação foi corroborada pelo Laboratório Global Land Analysis and Discovery (GLAD) da University of Maryland, que analisou imagens de satélite e confirmou o incêndio no imóvel rural.

A equipe da 2ª Companhia Ambiental da Polícia Militar de Rondonópolis se deslocou até a Fazenda das Palmeiras por volta das 15h50 para verificar a denúncia. No local, os policiais constataram a existência de queimadas recentes em andamento, com vestígios de fogo e fumaça ainda visíveis. Não havia moradores na propriedade no momento da inspeção.

Após a constatação, a guarnição buscou informações nas propriedades vizinhas e identificou o fazendeiro como o proprietário da área. Ele afirmou que havia adquirido a propriedade recentemente, mas não pôde apresentar documentos que comprovassem a transação.

O fazendeiro declarou desconhecer qualquer atividade de queimada em sua propriedade e disse que soube do incêndio apenas pela visita da equipe do Corpo de Bombeiros Militar, que havia fiscalizado a área mais cedo.

Diante das evidências e da negativa do proprietário, a equipe da Polícia Militar informou-o sobre o crime ambiental pelo qual estava sendo acusado. O fazendeiro foi preso e conduzido à Delegacia de Polícia de Itiquira para os procedimentos legais. Ele realizou o deslocamento em seu próprio veículo e foi entregue à autoridade policial sem lesões corporais.

Redatora do portal CenárioMT, escreve diariamente as principais notícias que movimentam o cotidiano das cidades de Mato Grosso. Já trabalhou em Rádio Jornal (site e redação).