Família resgatada do “tribunal do crime” em Sorriso: suspeitos morrem em confronto com a polícia

Fonte: CenarioMT

Golpe do Carro: Moradores de Nova Mutum Perdem R$ 20 Mil para Estelionatário de Lucas do Rio Verde
Acidente aconteceu na MT-270, em Rondonópolis.

Em uma ação da Força Tática, Rotam e 12° BPM de Sorriso (MT), na madrugada desse quinta-feira (18), uma família foi resgatada de uma situação de cárcere privado e submissão ao “Tribunal do Crime”. A operação, que faz parte da continuidade da Vitae Fase XIII, resultou na morte de dois suspeitos durante um confronto armado.

Segundo informações, a polícia recebeu uma denúncia via 190 indicando que no bairro São José, na Rua Santa Rita, uma família estava sendo mantida em cativeiro, sob ameaças e violência. As equipes se mobilizaram rapidamente para o local e, ao se aproximarem, os suspeitos reagiram atirando, iniciando um confronto.

Na ação, dois dos criminosos foram baleados e socorridos, mas não resistiram aos ferimentos. A família refém foi libertada ilesa.

De acordo com o relato da vítima, ela e seus familiares estavam sendo submetidos ao “Tribunal do Crime”, uma prática cruel e ilegal utilizada por facções criminosas para punir supostos transgressores.

No local, a polícia apreendeu uma pistola calibre 380, um revólver calibre 38, munições, um celular, um relógio e um rolo de fio de luz que era utilizado para amarrar a vítima.

Um dos suspeitos, de 24 anos, que já possuía antecedentes criminais por roubo tentado, uso de drogas e assédio sexual. O outro suspeito ainda não foi identificado.

Combate ao “Tribunal do Crime”

O “Tribunal do Crime” é uma prática que causa grande preocupação às autoridades, pois se configura como uma forma de justiça privada cruel e desumana. As forças de segurança intensificam os esforços para combater essa prática e garantir a segurança da população.

Possui experiência em produção textual e, atualmente, dedica-se à redação do CenárioMT produzindo conteúdo sobre a região norte de Mato Grosso.