Criatividade e bom humor são as principais ferramentas de contato com os idosos assistidos pelos CCIs

As atividades coletivas presenciais estão suspensas em cumprimento ao decreto municipal 7.849

0

Os coordenadores dos Centros de Convivência de Idosos (CCIs) têm utilizado estratégias lúdicas para despertar a atenção dos idosos atendidos pela rede municipal de assistência. Por meio da técnica, os profissionais conseguem abordar, de forma mais atrativa, a importância do isolamento social como prevenção ao novo coronavírus. Os conteúdos sobre cuidados e sintomas são repassados ao público em vídeos.

“De forma espontânea, valorizando a nossa cultura e o fortalecimento do vínculo familiar, propomos provocar o feedback dos idosos”, disse o coordenador do Centro de Convivência de Idosos João Guerreiro, Diego da Silva.

Já na unidade do bairro Porto, o CCI Padre Firmo, acompanhando a onda do Tik Tok, está incentivando a prática de atividades físicas e cuidados com saúde, utilizando-se da dança. “Estamos trabalhando para acompanhar o dia a dia dos nossos idosos, para que todo auxílio necessário seja ofertado nesse momento”, contou a coordenadora Fabiane Brito.

Os mais de 2 mil idosos assistidos pele rede de atendimentos ofertados pelos Centros de Convivência dos Idosos (CCI’S), estão recebendo atenção diferenciada, desde início da adoção de medidas de enfrentamento à Covid-19. O trabalho é coordenado pela Secretaria de Assistência Social, Direitos Humanos e da Pessoa Com Deficiência, que orientou cada coordenador e equipe técnica a elabora medidas alternativas de atendimento para monitoramento diário dos idosos.

Apesar das atividades coletivas presenciais terem sido suspensas e as unidades ficarem fechadas em cumprimento ao decreto municipal 7.849/2020 sancionado pelo prefeito Emanuel Pinheiro na última sexta-feira (20), os idosos continuam recebendo atenção.

A criação de grupos de WattsApp, também foi uma das alternativas encontradas para manter o contato direto com os usuários. Com o aplicativo, é possível ter um canal de envio de orientações, esclarecimentos de dúvidas e saber sobre o estado de saúde de cada assistido. As equipes estão fazendo plantões de trabalho para oferecer essa assistência a população da terceira idade.

Além disso, para dar continuidade aos tratamentos de saúde, as receitas médicas e ou medicamentos de uso contínuo, são entregues nas residências dos idosos. Vídeos com exercícios físicos, também são enviados para os idosos, bem como a distribuição de cestas básicas, cobertores, máscaras de proteção e álcool gel.

“Como a principal recomendação é evitar a aglomeração de pessoas, a utilização do serviço digital de mensagens instantâneas foi a melhor saída. Diariamente temos notícias dos idosos. Até o momento, nenhum caso registrado que precisou de encaminhamento para a rede básica de saúde. Os idosos estão obedecendo as regras de prevenção e contágio do coronavírus e estão ficando em casa”, disse a coordenadora de Atenção Básica, Eva Nelson.

Além das quatro unidades dos Centros de Convivência de Idosos, os assistidos pelos Centros de Referência de Assistência Social (Cras) também estão recebendo a mesma forma de atendimento, via wattsapp ou por meio de contato telefônico. As atividades coletivas e em grupos estão suspensas em cumprimento ao decreto municipal 7.849/2020 sancionado pelo prefeito Emanuel Pinheiro, no dia 20 de março.

 

Leia também: Previsões para o horóscopo do dia de hoje (10/08/2020)


Amazonia 03 de Junho