25.2 C
Lucas do Rio Verde
terça-feira, 03 agosto, 2021
InícioMATO GROSSOCPI defende revisão na cobrança de impostos da mineração em Mato Grosso

CPI defende revisão na cobrança de impostos da mineração em Mato Grosso

O presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Renúncia e Sonegação Fiscal da Assembleia Legislativa, deputado estadual Wilson Santos (PSDB), defende uma revisão na cobrança de tributos do setor de mineração em Mato Grosso.

O parlamentar diz que diante dos depoimentos de empresários do setor à CPI, o que se identifica é uma contribuição irrisória de tributos, totalmente desproporcional ao volume de riquezas produzidas e até exportadas para outros países.

“Quando o ouro é exportado é pago apenas 1,5% de tributos. Outros 1,5% são acrescidos quando os minérios em geral são exportados. É provavelmente a atividade econômica do país que menos paga tributos”, declarou.

Para que o Estado tenha uma melhor arrecadação de tributos que possa se reverter em retorno à sociedade com investimentos em áreas consideradas essenciais pela administração pública como educação, saúde, segurança pública, infraestrutura e assistência social, o deputado Wilson Santos avalia que a taxação da mineração deve ser revisada.

Porém, deixa claro que nenhuma cobrança deva ser exorbitante sob pena de inviabilizar a atividade econômica e prejudicar a chegada de novos investidores bem como a geração de emprego e renda em municípios do interior de Mato Grosso.

Por isso, a cobrança a ser discutida em Mato Grosso pode ter como parâmetro o modelo já existente em outros Estados.

“Em Minas Gerais, Pará e Amapá já é feita uma cobrança que é uma é uma taxa de controle, pesquisa e monitoramento da atividade mineral. Queremos também propor a ampliação da taxação. Os empresários são simpáticos, desde que não tenha exageros e não comprometa a atividade econômica. É um sentimento unânime dos cinco membros da CPI que se tenha essa revisão. Isso vai ser discutido certamente na elaboração do relatório final”, concluiu.

Ainda compõe a CPI da Renúncia e Sonegação Fiscal, os deputados Carlos Avalone (PSDB), Ondanir Bortolini, o Nininho (PSD), Valmir Moretto (Republicanos) e João Batista (PROS).


Rebeca Moraeshttps://www.cenariomt.com.br
Redatora do portal CenárioMT, escreve diariamente as principais notícias que movimentam o cotidiano das cidades de Mato Grosso.

Lucas do Rio Verde

ATAQUE DE FURIA
Criança morre após ser atacada por cadela Chow Chow em Lucas do Rio Verde
agosto 03, 2021
FUTSAL
Pela Taça Brasil, Grupo Santos vacila e toma a virada no fim do jogo
agosto 03, 2021
Lucas do Rio Verde
Projeto para castração de cães e gatos em Lucas do Rio Verde está em fase final
agosto 03, 2021
33 anos
Aniversário de Lucas do Rio Verde altera expediente de espaços públicos nesta quinta e sexta-feira
agosto 03, 2021