26.9 C
Lucas do Rio Verde
domingo, 20 junho, 2021
InícioMATO GROSSOColegiado define destinação de 109.352 doses de vacinas contra a Covid-19

Colegiado define destinação de 109.352 doses de vacinas contra a Covid-19

Comissão pactuou 90.800 doses da AstraZeneca e 9.360 doses da Pfizer, recebidas na última terça-feira, e 9.192 doses da CoronaVac, remanescentes do estoque estratégico do estado
Por CenárioMT

A Comissão Intergestores Bipartite de Mato Grosso (CIB-MT) aprovou a resolução que estabelece a distribuição, o armazenamento e a aplicação das 109.352 doses de vacina contra a Covid-19, sendo 90.800 doses da AstraZeneca e 9.360 doses da Pfizer, recebidas na última terça-feira (18.05), e 9.192 doses da CoronaVac, remanescentes do estoque estratégico do estado.

A logística de distribuição das doses aos municípios já teve início na última quarta-feira (19.05). A CIB é composta por membros do Conselho das Secretarias Municipais de Saúde (Cosems-MT) e da Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT).

A Resolução n° 47 definiu que as segundas doses (D2) da AstraZeneca serão entregues aos municípios na data mais próxima do vencimento para a aplicação, de modo a garantir a conclusão do esquema vacinal em quem já recebeu a primeira dose e para a aplicação da primeira dose em pessoas com comorbidades e deficiência permanente grave.

O documento ainda determina que as unidades de AstraZeneca desta nova remessa sejam utilizadas como segunda dose em idosos entre 65 e 69 anos.

Já as doses da Pfizer devem ser utilizadas como segunda dose em pessoas com comorbidades ou deficiência permanente e gestantes ou puérpera e serão distribuídas somente para os municípios de Cuiabá e Várzea Grande, devido à logística e o prazo curto de utilização da vacina. O detalhamento das vacinas por público-alvo pode ser acessado no documento em anexo.

O colegiado também pactuou a distribuição de 225 doses de AstraZeneca de remessas anteriores, que estavam armazenadas na Rede de Frio, e definiu que 215 novas doses da vacina AstraZeneca ficarão armazenadas na Central da Rede de Frio, como estoque estratégico para a reposição de eventuais perdas técnicas.

Os municípios deverão acompanhar os imunizados com a primeira dose para que esses possam receber prioritariamente a segunda dose dentro do período estipulado.

Para as vacinas Pfizer e AstraZeneca, o prazo para a aplicação da segunda dose é de até 12 semanas após a primeira dose. Já o imunizante CoronaVac requer o intervalo de 14 a 28 dias para a aplicação da segunda dose.

Caso os municípios alcancem a completa vacinação dos públicos-alvo estabelecidos para a imunização, a CIB orienta a continuidade da imunização dos demais públicos elencados pelo Ministério da Saúde.

Após a distribuição dos imunizantes aos municípios, as vacinas deverão ser armazenadas conforme as condições estabelecidas pela fabricante e Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e com o apoio da segurança pública.

A aplicação das doses deve ser obrigatoriamente registrada pelos municípios no Sistema Nacional do Programa de Imunização (SI-PNI), do Ministério da Saúde.

Até o momento, Mato Grosso já recebeu 1.209.990 doses de imunizantes contra a Covid-19.

Confira a seguir, em anexo, a quantidade de doses que cada município vai receber.


© CenárioMThttps://www.cenariomt.com.br
CenárioMT - Publicamos notícias diariamente no portal!
- Publicidade -

Últimas no CenárioMT

Lucas do Rio Verde

SUSTO
Caminhonete com assessores de senador capota em Mato Grosso
junho 20, 2021
IMPORTUNAÇÃO SEXUAL
Passageiro de Lucas do Rio Verde ‘passa mão’ em idosa durante viagem de ônibus
junho 20, 2021