Casos de Covid-19 chegam em todos os bairros de Cuiabá

0
Foto: Assessoria

Os casos de Covid-19 já chegaram em todos os bairros de Cuiabá. Os dados foram publicados pela Secretaria Municipal de Saúde nesta terça-feira (11).

De acordo com o último boletim, os bairros com maior número de casos são: Morada da Serra (746), Jardim Imperial (305), Pedra 90 (276), Centro (261) e Dom Aquino.


-Continua depois da publicidade ©-

Em seguida estão os bairros (243), Tijucal (223), Cidade Alta (209), Alvorada (184), Quilombo (179), Morada do Ouro (177), Residencial Coxipó (174), Porto (169), Santa Izabel (167), Duque de Caxias (150), Barra do Pari (141), Goiabeiras (136), Despraiado (127), Bosque da Saúde (127), Jardim Vitória (125), Jardim Aclimação (122), Parque Cuiabá (115), Doutor Fábio Leite (115), Boa Esperança (106) e Jardim das Américas (102).

Segundo a secretaria, na maioria dos bairros o grande crescimento dos casos se deu entre os dias 6 a 27 de junho. Após esta data, o ritmo de surgimento de casos novos diminuiu, principalmente após o dia 18 de julho.Entre os casos confirmados de COVID-19 de residentes em Cuiabá 53% foi do sexo feminino. A idade média foi 42,6 anos sendo que quase a metade (47%) dos casos tinha entre 30 e 49 anos e o grupo de 30 a 59 anos concentrou 63,7% dos casos.

Dos indivíduos com Covid-19 em Cuiabá, 47% não apresentavam outras comorbidades. A maior parte dos que apresentavam outras doenças possuía hipertensão arterial, diabetes, doença cardiovascular crônica, obesidade, doença pulmonar crônica, doença renal crônica e neoplasia.

Entre os 611 óbitos por COVID-19 de residentes em Cuiabá, 57,1% eram do sexo masculino, com idade média de 64,6 anos, sendo 66% idosos.

O perfil de mortalidade por Covid-19 segundo faixa etária e sexo se distingue notadamente do perfil dos casos.

Como exemplo, podemos citar o grupo de idosos que representaram 15,5% do total de casos notificados, 42,1% dos pacientes internados, enquanto na mortalidade, esse grupo totalizou 66,8%.

Referente ao sexo, houve predomínio do sexo feminino no total dos casos de COVID-19, tendo o sexo masculino representado 46,7%, enquanto que entre os casos hospitalizados e mortes prevaleceu o sexo masculino com 53,4% e 57,1%, respectivamente.

Leia também: Resultado das loterias de hoje (29/09/2020)


Amazonia 03 de Junho