22.1 C
Lucas do Rio Verde
terça-feira, 24 novembro, 2020
Início CENÁRIO POLÍTICO DIRETO DE BRASÍLIA Congresso Nacional se reúne na próxima quarta para deliberar sobre vetos presidenciais

Congresso Nacional se reúne na próxima quarta para deliberar sobre vetos presidenciais

Vetos à prorrogação da desoneração da folha de pagamentos de 17 setores da economia e à ampliação do auxílio emergencial podem entrar na pauta
Por CenárioMT com inf. Agência Senado

O Congresso Nacional tem sessão marcada para a próxima quarta-feira (4), de forma remota. Deputados e senadores vão apreciar uma série de vetos e projetos. Apesar de ainda não haver definição sobre a pauta, são cerca de 30 os vetos à espera de votação no Congresso.

Um dos itens que deve constar da pauta da sessão da próxima semana é o Veto 26/2020, que impede a prorrogação até o final de 2021 da desoneração da folha de pagamentos de 17 setores da economia que empregam mais de seis milhões de pessoas. Se o veto for mantido, a desoneração acaba no dia 31 de dezembro.

A desoneração até o fim do ano que vem foi incluída pelo Congresso na Medida Provisória (MP) 936/2020, que deu origem à lei 14.020, de 2020, objeto dos vetos do Executivo.

Pelo Twitter, o senador Major Olimpio (PSL-SP), defendeu a derrubada do veto. Segundo o senador, se o veto não for derrubado, muita gente perderá o emprego e milhares de empresas “não vão aguentar”. Ele ainda disse que “não podemos brincar com a vida e com a economia para milhões de pessoas” e cobrou: “Desoneração já!”.

Auxílio emergencial

Também deve estar na pauta do Congresso o Veto 13/2020, que atingiu 12 itens da lei que amplia os beneficiários do auxílio emergencial (Lei 13.998, de 2020). O projeto que deu origem à lei foi aprovado no Senado no mês de abril (PL 873/2020).

Para o senador Flavio Arns (Podemos-PR), a apreciação desse veto é urgente. Em sua conta no Twitter, o senador disse ser “a favor da ampliação do acesso ao BPC para idosos e pessoas com deficiência”. Ele ainda lembrou que “aprovado pelo Congresso Nacional, o texto aumentava o limite máximo de renda para ter direito ao benefício e fazia parte do PL que amplia o acesso ao auxílio emergencial”.

 Acordo

Na sessão do Senado do último dia 21, o presidente do Senado, Davi Alcolumbre, pediu aos líderes que buscassem o consenso sobre as matérias que entrarão na pauta de votação. Davi disse que está tentando um entendimento há dois meses sobre a pauta do Congresso, mas ainda não conseguiu um acordo com deputados e senadores.

— São muitos vetos e projetos importantes. Precisamos deliberar sobre essas matérias — ressaltou Davi Alcolumbre.



- Publicidade -

Últimas

Produtores de Sorriso inovam e passam a usar ração de mandioca na criação das aves

Sabe aquele frango caipira, preparado com todo carinho? Então, em Sorriso o cuidado com esse frango inicia bem antes do momento de temperar, marinar,...

Prefeitura de Sorriso alerta para golpe com arrecadação de alimentos e recursos financeiros

A Administração Municipal alerta os moradores para que fiquem atentos a criminosos que têm aproveitado a pandemia da Covid-19 para aplicar golpes com a...

Matrículas na rede municipal de ensino de Sinop seguem até janeiro de 2021

A Prefeitura de Sinop, por meio da Secretaria Municipal de Educação, Esporte e Cultura (S.M.E.E.C), informa que encontram-se abertas até janeiro de 2021, as...

Sinop busca organização coletiva para desenvolver setor do turismo de forma integrada

Inserida no Portal do Agronegócio, classificação dada pelo Ministério do Turismo, Sinop participou, ontem, quarta-feira, 18, de uma consultoria oferecida pelo Serviço Brasileiro de...
Publicidade
x