FIT Pantanal 2024 – Agronegócio também é destaque nos atrativos turísticos do estado

Mais de 20 municípios mato-grossenses apresentarão seus atrativos turísticos durante a FIT Pantanal 2024; Evento ocorrerá de 30 de maio a 2 de junho, em Cuiabá

Fonte: Assessoria

BANNER FIT

Na liderança da produção agrícola do país, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Mato Grosso concentra parte do turismo em torno do agronegócio. A união das duas ferramentas, turismo e produção agrícola, fomenta a economia do estado e são pauta da FIT Pantanal de 2024. O evento ocorre ente 30 de maio e 2 de junho, no Centro de Eventos do Pantanal, em Cuiabá e promove encontro de gestores públicos durante a palestra “Destinos turísticos inteligentes”, na sexta-feira (31/05), a partir das 14h.

Com o tema Turismo, Eventos, Agro e Negócios, o evento espera atrair 75 mil pessoas e terá diversas atrações. Conta com a exposição de cerca de 20 municípios do estado, com estandes que expõem os diferenciais de cada cidade.

Sorriso, por exemplo, tem o agronegócio como o principal atrativo turístico, pois atrai produtores rurais de outros estados, regiões e até mesmo de outros países para eventos da área – conferências, congressos, seminários, exposições etc., permitindo que os turistas possam conhecer as etapas da produção, desde o cultivo até a colheita. Pela quarta vez consecutiva, a cidade liderou o valor de produção agrícola entre os municípios brasileiros, respondendo por 1,4% do total nacional, segundo o IBGE.

Na sequência, estão Campo Novo do Parecis e Sapezal, que ocupam respectivamente o segundo e o terceiro lugar na produção nacional. O presidente do Sistema Comércio de Mato Grosso, o empresário José Wenceslau de Souza Júnior, diz que a FIT Pantanal 2024 é a oportunidade de promover encontros com interesses profissionais, institucionais e de investimentos estratégicos que fomentem a vinda de pessoas de outros estados até Mato Grosso.

[Continua depois da Publicidade]

“É uma oportunidade de gerar uma perspectiva nacional e internacional ao estado, possibilitando a valorização econômica da cadeia produtiva do turismo. Além das belas paisagens que contam a história, também temos o agronegócio que atrai visitantes de todos os locais e movimenta a economia. Estar na FIT é mostrar o nosso potencial para o mundo”, comenta.

Estandes

A Secretaria Municipal de Turismo de Juscimeira espera que o maior número de pessoas seja alcançado, para que as cidades possam divulgar os pontos turísticos que fomentam a economia e o comércio local. Informa que os destinos apresentados na feira serão: Arraiá Folia – Com Pescuma e convidados; os festivais da Jabuticaba, da Pesca e da Pamonha; as paisagens naturais (cachoeira da Prata, Águas Termais, Gruta Nossa Senhora de Lourdes, Recanto Terra da Mãe) e outros.

Campo Novo do Parecis ainda irá apresentar o “Destino Parecis Eco-Turismo”, que envolve visitação em cachoeiras, aldeias, passeios com botes, rafting, canoagem e cicloturismo. O município de Porto dos Gaúchos exaltará a gastronomia local à beira do rio, enquanto São Félix do Araguaia irá expor material audiovisual para apresentar os principais pontos turísticos, bebidas típicas como a pinga de murici, artesanatos indígenas e outros atrativos.

Canarana apresentará as belezas naturais, além da pesca esportiva e aproveitam para divulgar os grandes eventos locais, como a Feira Empresarial e Comercial de Canarana (Feican) e o Dia de Campo, Exposição e Negócios (Dinetec). Também estarão presentes estandes das cidades de Sapezal, Cocalinho, Tangará da Serra, Jaciara, Alta Floresta, Várzea Grande, Mirassol D’Oeste, Lucas do Rio Verde, Barão de Melgaço, Sinop, Poconé, Nobres, Cuiabá, Chapada dos Guimarães e outros.

Paisagens turísticas

O Serviço Social do Comércio (Sesc-MT) possui repertório na administração de pontos turísticos, como o Sesc Arsenal, em Cuiabá, que é um dos principais locais de visita de turismo do estado.

“Para o Sesc Salgadeira, trabalhamos na preservação e valorização da natureza local, por meio da educação ambiental para a população”, destaca o presidente Wenceslau Junior. A unidade, que passou a ser administrada pela instituição em janeiro, segue com atuação em conjunto com o Governo do Estado de Mato Grosso para fins de reformas e ajustes necessários, que contribuirão com o melhor atendimento do público.

“Agradeço o governo do estado e toda a equipe da Secretaria de Desenvolvimento Econômico do Estado de Mato Grosso e principalmente às minhas equipes da Fecomércio e do Sesc-MT. Obrigada pelo empenho em transformar o Complexo da Salgadeira, porta de acesso à Chapada dos Guimarães, em área de lazer com qualidade para o comerciário, seus dependentes e população em geral”, finaliza.

A FIT Pantanal é realizada pelo Sistema Fecomércio Mato Grosso e pelo Governo do Estado de Mato Grosso, por meio da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sedec-MT).

É formado em Jornalismo. Possui experiência em produção textual e, atualmente, dedica-se à redação do CenárioMT produzindo conteúdo sobre política, economia e esporte regional.