Devido a clima desfavorável na Rússia e estoques reduzidos no Brasil, aumenta os preços do trigo

Fonte: CenárioMT

Portaria interministerial divulga subvenção de R$ 400 milhões para estimular a comercialização de trigo em grãos, da safra 2023/2024

Os preços do trigo estão subindo tanto nos mercados externos quanto internos. Segundo pesquisadores do Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada), esse aumento é impulsionado por preocupações climáticas em importantes regiões produtoras da Rússia, o maior exportador mundial de trigo. As condições climáticas adversas no país têm gerado incertezas quanto à oferta global do cereal, refletindo diretamente nos preços internacionais.

No mercado internacional, os agentes estão atentos às previsões climáticas desfavoráveis na Rússia, que podem comprometer a produção e, consequentemente, reduzir a oferta global de trigo. Essa incerteza está elevando os preços nos mercados globais, enquanto os compradores e vendedores ajustam suas expectativas e estratégias de negociação.

No Brasil, triticultores consultados pelo Cepea estão respondendo a esse cenário global segurando as vendas, especialmente de lotes de trigo de melhor qualidade. Eles aguardam ofertas de valores mais altos, aproveitando a menor disponibilidade de estoque durante este período de entressafra. Os pesquisadores do Cepea destacam que a menor quantidade de trigo em estoque fortalece a posição dos vendedores, permitindo-lhes negociar preços mais elevados.

Com o mercado global enfrentando incertezas na oferta e os produtores brasileiros retendo suas vendas, é provável que os preços do trigo continuem a subir. Essa tendência deve persistir enquanto as condições climáticas na Rússia permanecerem desfavoráveis e enquanto os estoques internos brasileiros estiverem baixos.

Essa combinação de fatores globais e locais cria um ambiente de negociação complexo, onde os triticultores brasileiros têm a vantagem de aguardar melhores condições de venda, influenciando os preços do trigo no mercado interno.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
É formado em Jornalismo. Possui experiência em produção textual e, atualmente, dedica-se à redação do CenárioMT produzindo conteúdo sobre política, economia e esporte regional.