Colheita do algodão em Mato Grosso inicia com atraso

Fonte: CenárioMT

Colheita de algodao safra 2021 23.07.21 Nilson Santos 2
Foto: Nilson Santos / Secom RO

Na última sexta-feira (21/06), a colheita do algodão da safra 2023/24 em Mato Grosso alcançou 0,63% da área total estimada para o ciclo. Esse avanço semanal de 0,48 pontos percentuais (p.p.) representa um atraso de 0,20 p.p. em comparação com o mesmo período da safra passada e 1,00 p.p. em relação à média dos últimos cinco anos.

Ao analisar as regiões do estado, a Nordeste está mais avançada, com 1,54% de sua área colhida. Em seguida, as regiões Sudeste e Centro-Sul registram 1,14% e 1,08%, respectivamente. O início dos trabalhos a campo nos talhões da primeira safra, geralmente mais lento, justifica o ritmo atual da colheita.

Espera-se que o ritmo da colheita se intensifique em meados de julho, quando começam os trabalhos nos talhões de segunda safra. O clima será um fator crucial para o avanço da colheita. De acordo com o NOAA, não há previsões de anomalias de chuvas para os próximos dias em Mato Grosso, o que é uma boa notícia para os produtores.

Apesar do atraso inicial, a expectativa é de que a colheita do algodão ganhe ritmo nas próximas semanas, impulsionada pelas condições climáticas favoráveis e pela transição para a segunda safra. A evolução do clima continuará sendo monitorada de perto, já que desempenha um papel fundamental no sucesso da colheita.

É formado em Jornalismo. Possui experiência em produção textual e, atualmente, dedica-se à redação do CenárioMT produzindo conteúdo sobre política, economia e esporte regional.