Morre em Lucas do Rio Verde primeira profissional da saúde por Covid-19

Município registra 11 mortes

0
FOTO: prefeitura de Lucas do Rio Verde

Lucas do Rio Verde registrou na manhã desse sábado (26) a primeira morte de profissional de saúde por Covid-19. Clarice Inês Bamberg, 45 anos, era uma técnica de enfermagem e atuava em uma unidade básica de saúde.

De acordo com informações apuradas pelo CenárioMT, foi realizado teste para diagnosticar a Covid-19, onde acusou positivo para a doença. Não se sabe se a profissional teria sido infectada na linha de frente, ou seja, durante a rotina de seu trabalho ou em outra ocasião, tendo em vista que Lucas do Rio Verde já está registrando a chamada ‘contaminação comunitária’ onde o vírus está presente por toda a cidade.

A vítima estava internada desde o dia 18 junho no Hospital São Lucas e após ter piora em seu quadro clínico, foi transferida para uma Unidade de Terapia Intensiva – UTI.

A técnica de enfermagem faleceu na madruga deste sábado.

Ainda de acordo com as informações mais uma profissional de saúde de Lucas do Rio Verde está internada com suspeita de ter sido infectada pela doença.

Lucas do Rio Verde chega a 13ª morte por Covid-19.

A prefeitura de Lucas do Rio Verde emitiu nota de pesar:

A Prefeitura de Lucas do Rio Verde informa com pesar três óbitos no município de pacientes com resultado positivo para Covid-19.

Neste sábado (27), faleceu a técnica de enfermagem Clarice Inês Bamberg, 45 anos. Ela foi internada no dia 15 de junho na enfermaria do Hospital São Lucas e depois passou para a UTI.

Clarice começou a trabalhar na Secretaria Municipal de Saúde em janeiro de 2012 e atuava no PSF XII, no bairro Veneza. Também foi colaboradora do Hospital São Lucas. Era casada e tinha um filho de 18 anos.

Nosso reconhecimento e agradecimento pela dedicação em servir e ajudar o próximo.

Também foram registrados outros dois óbitos no município: paciente do sexo masculino, 69 anos, cardiopata e diabético, internado desde dia 13/06 na UTI do Hospital 13 de Maio, em Sorriso; e paciente do sexo feminino, 63 anos, hipertensa, internada no Hospital São Lucas desde o dia 13/06, inicialmente em enfermaria e após UTI.

Aos familiares e amigos das vítimas estendemos sentimento de solidariedade e que Deus, com Sua grande sabedoria, conforte-os e dê forças neste momento tão difícil.

 

Prefeitos do nortão são notificados a usar Matriz de Risco para definir restrições


Amazonia 03 de Junho