Medidas de fiscalização serão mais rígidas em Sinop

0

Como ação para prevenção e controle ao novo coronavírus em Sinop, as forças de segurança, bem como os órgãos fiscalizadores, passam a adotar medidas mais rígidas para assegurar o cumprimento das normas de saúde no tocante ao uso das máscaras de proteção pelo cidadão em áreas públicas e estabelecimentos comerciais, conforme determina a lei. .

O alerta foi feito pela prefeita Rosana Martinelli durante transmissão pela internet neste sábado (23/05), com a presença do comandante Regional da Policia Militar coronel Wesney de Castro Sodré, comandante do 11° Batalhão, tenente coronel Pedro Miguel de Sousa e o secretário municipal de Trânsito e Transporte Urbano, Hermann Friederich.

“Desde março nós estamos lutando junto com a população para manter o comércio aberto. E eu tenho certeza que nós vamos conseguir, mas precisamos da colaboração e da conscientização de cada cidadão. Agora, vamos intensificar cada vez mais o uso da máscara. Durante todo esse período nossas forças de segurança estão com operações diárias de orientações e notificações, porque muitos ainda não se deram conta que não é somente no horário comercial que há a necessidade de se cuidar”, alertou a gestora.

A Lei nº 11.110, de 22/04/2020, do Governo do Estado, estabelece que durante o período de pandemia os estabelecimentos públicos e privados que estiverem em funcionamento, em qualquer município de Mato Grosso, devem exigir a máscara facial de seus funcionários, colaboradores e clientes. Caso haja o descumprimento desta ordem a/o empresa/empresário será multada no valor de R$ 80 por pessoa que estiver sem o utensílio dentro do comércio.

Entretanto, em Sinop, flagrantes de desrespeito à legislação ainda vêm sendo feitos. A Polícia Militar, após todo o trabalho de orientação neste período, também anunciou maior rigor nas fiscalizações e a aplicação de multas.

Coronel Wesney de Castro Sodré reforça a importância da colaboração da população e comerciantes.  “Todo o cidadão em via pública deve fazer a utilização das máscaras. Durante as abordagens orientativas temos observado que muitos estabelecimentos contêm grandes aglomerações de pessoas e, com muita frequência, têm chegado ao nosso conhecimento denúncias de eventos, inclusive particulares, com promoção de festas e grande fluxo de pessoas. Então, fazemos, eventualmente, essa abordagem, que pelo meu entendimento poderia ser evitado neste momento crítico que estamos vivendo. Pedimos que haja colaboração. Que sejamos solidários, cumprindo os protocolos de segurança, para que não percamos nenhuma vida para esse vírus”, solicita o coronel.

Nos últimos dias foram emitidas aproximadamente 40 notificações de orientação em estabelecimentos comerciais, pela Guarda Civil com apoio da Vigilância Sanitária. Na noite desta sexta-feira (22/05), junto com a Policia Militar, foram fiscalizados 12 bares quanto ao cumprimento do decreto que exige o encerramento das atividades até a meia noite. Para os casos reincidentes será aplicada multa.

“Fazemos um trabalho educativo, preventivo, mas também fazemos a notificação dos estabelecimentos. Estamos em todos os comércios, campos e futebol, parques públicos e outros, para que não haja aglomeração de pessoas”, relatou o secretário municipal de Trânsito, Hermann Friederich.

A prefeita, ainda, pede para que os comerciantes não deixem seus clientes entrarem no estabelecimento sem máscara e que a população compreenda a importância da prevenção. “Esse é um apelo que estamos fazendo para o benefício da população, para o benefício da economia de Sinop, para que nossa cidade continue produtiva em com saúde” finalizou.

Empresas que permitirem o acesso de clientes sem máscara, não se atentando à Lei, podem, além da multa, em casos graves terem o alvará de funcionamento cassado pela administração pública.


Amazonia 03 de Junho