Mãe tentou enterrar o feto em um cemitério da cidade — Foto: TVCA/Reprodução

Uma mãe de 20 anos foi detida após tentar enterrar um feto em um cemitério de Primavera do Leste, a 239 km de Cuiabá, na noite de sábado (11). Ela teria pedido ao coveiro para fazer o enterro, mas ele se recusou devido a falta de documentos e chamou a polícia.

O coveiro, que não quis ter a identidade divulgada, contou à reportagem que pediu para a jovem ir até um hospital para pegar um atestado de óbito, mas ela preferiu voltar para a casa com o feto.

“Quando falei que precisava passar por um hospital para poder ter um atestado de óbito, pois sem um documento não posso fazer sepultamento, ela não aceitou”, disse.

Depois da denúncia, a Polícia Militar foi até a casa da mulher e encontrou o feto no local. A suspeita disse aos policiais que não sabia que estava grávida e tomou um chá abortivo por descuido.

“Agi da maneira correta, não só como coveiro, mas como ser humano também. Naquele momento senti agustia, tristeza e pensei se aquele aborto foi mesmo espontâneo. Por isso, chamei a polícia”, disse o coveiro.

A suspeita foi ouvida na delegacia e liberada, em seguida. Já o feto foi encaminhado pela polícia ao Instituto Médico Legal (IML).

O Conselho Tutelar de Primavera do Leste informou que ainda não foi comunicado sobre o caso.


Amazonia 03 de Junho