Delegado alerta sobre golpes em Lucas do Rio Verde

0

Delegado orienta população quanto a golpes que estão ocorrendo em Lucas do Rio Verde


A Polícia Judiciária Civil de Lucas do Rio Verde-MT está alertando a população quando a dois golpes que estão fazendo diversas vítimas no município nos últimos dias. Várias pessoas tem procurado a delegacia para denunciarem que caíram nos golpes, perdendo valores consideráveis em dinheiro e, principalmente, sua integridade sendo abalada.

--
-Continua depois da publicidade ©-
--

O delegado Daniel Santos Nery, durante entrevista à imprensa, destacou que os golpes são relacionados ao pagamento de aluguéis e o segundo, onde as vítimas recebem vídeos e fotos montadas em aplicativos de aparelhos celulares, dando a entender que estariam envolvidas em casos de adultério ou cenas de cunho sexual.

O do aluguel é um dos golpes, onde o larapio entra em contato telefônico e diz para a vítima que a conta para o depósito do aluguel mudou. Geralmente o golpista vem com uma conversa envolvente e consegue arrancar informações da vítima, de modo que ele usa a própria informação para poder induzi-la a depositar o valor do aluguem em uma conta adversa da que está no contrato do aluguel ou aquela que combinou com o locador”, explicou o delegado.


-Continua depois da publicidade ©-

“É importante que se houver o contrato por escrito, que se faça o adento desse contrato ou o refaça. A pessoa deve procurar o locador por um canal seguro para ver se realmente houve a mudança do número da conta para o depósito, se não a pessoa acaba caindo no golpe e tendo que pagar o aluguel por duas vezes”.

Ainda de acordo com a polícia, várias pessoas de baixa renda acabaram caindo no golpe e procurando a delegacia desesperada para tentar reaver o valor.

“Então estamos fazendo esse apelo para orientar a sociedade para que não caia nesse golpe”, frisou Nery.

Em relação ao golpe da montagem de fotos e vídeos em aplicativos, o mesmo tem chamado à atenção da equipe da Polícia Civil.

“Hoje em dia existem diversos aplicativos que baixam no celular e é simples e fácil de manusear usando rosto, corpo e até lugares para manipular uma imagem. O golpista insere uma outra pessoa na imagem e usa isso ai para chantagear. Normalmente de cunho sexual, onde pega a pessoa fazendo chantagem querendo dinheiro para não divulgar a foto ou vídeo manipulado na internet”, explicou o delegado.

Além de perder valores financeiros, a vítima pode ter sua estrutura familiar abalada devido ao golpe “pois mexe com a moral, com a imagem das pessoas. Fica a dica para os familiares: se circular vídeos ou fotos nesse sentido, que enxerguem com parcimônia, com calma, pois estamos com essa onda de golpes aqui e orientamos que não depositem valores em hipótese alguma, pois a partir do momento em que depositar a vítima estará alimentando esse tipo de crime”.

O delegado recomenda ainda que é importante a vítima bloquear o golpista de suas redes sociais e procurar a delegacia para confecção do boletim de ocorrência.

Em um dos casos que chegaram a delegacia, as investigações estão bastante avançadas e a polícia está próxima de identificar pelo menos um dos suspeitos de aplicar esse tipo de golpe.

Um dos golpistas chegou a pedir para que a vítima depositasse valores significativos em contas no exterior.