Pivetta não acredita em pagamento de FEX e diz que falta “sensibilidade política” em Paulo Guedes

0
Otaviano Pivetta
Vice Governador Otaviano Pivetta - Foto: Mayke Toscano/Secom-MT

O governador em exercício Otaviano Pivetta (PDT) disse não acreditar no pagamento do Auxílio Financeiro para Fomento das Exportações (FEX) por parte do Governo Federal. Isto porque, em sua avaliação, o repasse carece de “sensibilidade política” para acontecer, característica que para ele o ministro da Economia, Paulo Guedes, não possui. Mato Grosso tem cerca de R$ 1 bilhão a receber, se considerados os recursos de 2018 e 2019.

“Eu sou muito cético nessa relação do Governo Federal com os governos Estadual e Municipal. Os entes federativos estão todos em uma situação muito difícil, a crise está em todo lugar, então eu não sou crente em transferência de recurso com facilidade. A situação está muito difícil, apesar dos esforços. Eu só acredito vendo, porque não existe uma garantia legal [de pagamento do FEX]. Vai depender muito da sensibilidade política do Governo Federal e parece que isso não é o forte do ministro Paulo Guedes. Eu defendo a criação de um mecanismo de compensação para que não precise dessa humilhação, dessa incerteza, desse drama que nós vivemos todos os anos”, disse Pivetta, ao tomar posse como governador nesta quinta-feira (19).


Continua depois da publicidade-pix


Esta semana, o governador Mauro Mendes (DEM) – que até então esbanjava confiança na vinda do recurso – declarou que não está mais “acordando, ou dormindo” pensando no pagamento do FEX.

O secretário de Fazenda, Rogerio Gallo, também já havia anunciado o “calote” do Governo Federal. “O que eu ouvi do governador e da bancada foi a promessa de pagar o FEX de 2019. Aí 2018 ficaria para trás, o que infelizmente seria um calote na visão dos estados”.

-Continua depois da publicidade ©-




-Patrocinador-