Saúde reforça cuidados para evitar picadas de animais peçonhentos

No momento, a atenção deve ser redobrada por conta da redução na produção dos soros antivenenos nos últimos meses

0

Lucas do Rio Verde está localizado em uma região com grande área de vegetação nativa, dessa forma, existe a presença de uma fauna muito rica, que inclui também animais peçonhentos.

Pensando no cuidado que as pessoas devem ter para não serem picadas, a Secretaria Municipal de Saúde ressalta que os moradores devem ficar atentos por onde andam, principalmente na área rural e em regiões próximas de mata, locais mais comuns onde esses animais habitam.

No momento, a atenção deve ser redobrada por conta da redução na produção dos soros antivenenos nos últimos meses que são fornecidos pelo Ministério da Saúde, o que gerou falta de abastecimento afetando toda a rede de atenção à saúde do país. A produção foi reduzida por falta de matéria-prima e o Ministério da Saúde deverá tomar as medidas para normalizar o fornecimento aos estados e municípios.

Em Lucas do Rio Verde o estoque dos soros antiofídico e antirrábico terminou e na região está no fim, tendo disponível apenas nos hospitais regionais para estratégia do uso.

O soro antiofídico é um medicamento para tratar picadas de cobras venenosas e o soro antirrábico é usado em caso de exposição à raiva, que pode ser transmitida pela saliva de animais infectados, como cães, gatos e morcegos, principalmente por mordedura, mas também por arranhadura.

Mais informações sobre acidentes por animais peçonhentos no link: http://www.saude.gov.br/saude-de-a-z/acidentes-por-animais-peconhentos?fbclid=IwAR1NPOD7qEyAp0kV_5ycAzaFZlV4-GiCRvWZuqAvG-HrPkvKjuvYmiNt3yM



 

Cobra jararaca pica criança em Lucas do Rio Verde