Polícia Militar prendeu mais de 3.280 pessoas por crimes envolvendo drogas neste ano

Forças policiais atuam em duas frentes no combate às drogas: a preventiva com projetos sociais e educativos e a repressiva, por meio de ações energéticas de enfrentamento aos crimes de tráfico e uso ilícito de drogas.

0
Foram 1.818,4 kg de drogas apreendidas por policiais militares. - Foto por: Sd. Rodrigues / PMMT

Nesta quarta-feira (26.06), dia mundial de combate às drogas, a Polícia Militar de Mato Grosso reforça o compromisso com a população no enfrentamento ao tráfico e uso de entorpecentes. Neste ano a Polícia Militar já prendeu mais de 3.280 pessoas por tráfico, uso ou posse de entorpecentes em Mato Grosso.

Em sua maioria, os presos são pessoas do sexo masculino, somando um total de 2.848 homens presos, e 439 mulheres, por envolvimento com o tráfico ou uso de drogas.

-- --

Os menores de idade ainda são os mais recrutados e aliciados por traficantes a se envolverem com os crimes relacionados a entorpecentes. No total, foram 693 jovens e adolescentes apreendidos. Foram 1.818,4 kg de drogas apreendidas por policiais militares, sendo 83% maconha, 12% pasta base de cocaína e 5% cocaína.

Na região de fronteira, a PM também atua de forma ostensiva em busca daqueles que insistem em trazer entorpecentes para serem comercializados ou consumidos no estado. Em 109 ocorrências registradas nestes últimos meses, o Grupo Especial de Fronteira (Gefron), já apreendeu 2.848,25 kg de drogas, 106 veículos foram recuperados também nestas ações, a maioria dos veículos relacionados ao transporte de drogas.


-Continua depois da publicidade ©-

Ao longo de sua história, a PM vem atuando em duas frentes no combate às drogas: a preventiva com projetos sociais e educativos e a repressiva, por meio de ações energéticas de enfrentamento aos crimes de tráfico e uso ilícito de drogas.

A Polícia Militar educa e conscientiza crianças, jovens e adultos a ficarem longe do mundo das drogas e da criminalidade com ações preventivas por meio de 36 projetos sociais espalhados em diversos municípios do estado, atendendo cerca de 3.500 pessoas através de iniciativas como o Programa Educacional de Resistência às Drogas (PROERD), os projetos  Jiu Jitsu e Escolinha de Futebol Rotam; Judô Bope, Lobo Guará, Guardiões do Futuro, PM Júnior, Águia do Tatame ; dentre outras ações sociais.

O maior programa público de prevenção às drogas, o PROERD, atua em Mato Grosso há 18 anos, e atende hoje 340 mil crianças. São ações educativas ministradas por policiais militares especializados, com conteúdos de prevenção ao uso de drogas e à criminalidade, os policiais que são instrutores nas salas de aula se tornam parceiros da comunidade escolar, promovendo segurança e contribuindo na formação dos estudantes.