O preço do etanol em Mato Grosso teve redução significativa e consumidores de algumas cidades como Cuiabá, Várzea Grande e Rondonópolis, estão sentido a diferente na hora de abastecer.

Em Lucas do Rio Verde-MT, porém, os preços continuam elevados, assim como na maioria das cidades mato-grossense.

A redução no valor final do combustível, de acordo com informações do portal da TV Centro América, se deve a diminuição do custo de produção da cana-de-açúcar e aumento significativo da safra no Estado.

Na safra 2018/2019 foram moídas pouco mais de 17 milhões de toneladas e a atual safra (2019/2020) o numero deve aumentar de modo expressivo, mostram dados do Sindicato das Indústrias Sucroalcooleiras (Sindalcool).

De acordo com a TVCA, o litro de etanol nos postos de Cuiabá e Várzea Grande, região metropolitana da capital, está em torno de R$ 2,29.

Em Rondonópolis, a 218 km de Cuiabá, o preço também teve uma redução e está variando entre R$ 2,49 e R$ 2,79.

O preço em Tangará da Serra, a 242 km da capital, também teve redução de R$ 0,25, em média. Nesta semana, o etanol está sendo comercializado a R$ 2,54 em alguns postos.

Porém, cidades no Norte e Médio Norte de Mato Grosso, como é o caso de Sinop a 503 km de Cuiabá e Lucas do Rio Verde, 360 km, os consumidores não vem notando diferente na hora de abastecer com etanol. A média do valor por litro do combustível em Sinop é comercializado a R$ 2,79.

Em Lucas do Rio Verde-MT, de acordo com levantamento realizado pelo site CenárioMT, o litro do etanol varia de R$ 2,84 até R$ 3,15.

Outro fator que pode fazer com que os preços do etanol caiam em Mato Grosso, segundo expectativas do diretor executivo do Sindalcool, Jorge Santos, é a produção do etano a base de milho, tendo em vista que várias usinas já estão em operação no Estado.

A previsão é que seja produzido 1,1 bilhão de litros de etanol a partir do cereal nesse ano.